Cultura

Artes Sol exibe domingo peça de teatro na LAASP

Mário Cohen

Jornalista

“A Menina Que Não Sabia Dançar” é o título de peça de teatro dedicada a criança que a Companhia de Artes Sol (CAS) exibe domingo, às 15h30, na sala de espectáculo da LAASP, ex-Liga Africana, em Luanda.

01/06/2022  Última atualização 14H00
Companhia apresenta no fim-de-semana dois espectáculos de teatro dedicados à criança © Fotografia por: DR

Segundo a encenadora e responsável grupo, Solange Feijó, a peça de teatro infantil retrata a inclusão da criança na sociedade, assim como é uma chamada de atenção aos adultos para que abdiquem as crianças de trabalhos forçados a que muitas vezes são submetidas, violando os 11 compromissos da criança. 

Para Solange Feijó, a ideia é incentivar nas crianças angolanas o gosto pelo teatro, bem como associarem-se ao mundo artístico de modo a buscarem conhecimentos nas várias áreas do saber.

No sábado e domingo, às 19h30, a CAS leva à cena no palco da LAASP, em Luanda, o espectáculo de teatro "Os Invisíveis”, uma peça que retrata o percurso de emigrantes e refugiados africanos que tentam sair do continente berço da humanidade, fazendo travessia perigosa pelo mar, com destino à Europa.

De acordo com a sinopse da peça de teatro, Bacari e Airan, dois jovens de nacionalidades maliana, saturados com o sofrimento (fome, miséria, seca e guerras) no seu país, decidem arriscar as suas vidas à procura de melhores condições.

Escrita por Bebeca Neto, a peça com encenação de Solange Feijó, tem a sonoplastia de Germano Prado e iluminação de Kali Toso-El Chadai. Participam no espectáculo os actores José Caley, personagens de Bacari, Ricardo Costa (Airan), Marlene Rafael (Aminan), Manuel (Senhora Comerciante -Filomena), José Maria Fernandes (Emigrante 1), Suraya Duarte (Emigrante 2) e Diógenes Alexandre (Emigrante 3).

 

Novo projecto

A Companhia Artes Sol lança hoje, às 9h00, no Complexo Escolar do Ensino Especial 1531, no Distrito Urbano do Rangel, o projecto "A Malária Aqui Não Habita”, em alusão ao Dia Internacional da Criança, que hoje se assinala.

O projecto tem como objectivo comunicar com as crianças de uma forma educativa e elucidativa através do teatro de como se protegerem da picada do mosquito, uma vez que a malária tem causado muitas mortes no país, principalmente às crianças.

Fundada a 14 de Agosto de 2016, pela actriz Solange Feijó, a Companhia Artes Sol trabalha com teatro infantil-juvenil e adulto desenvolvendo vários projectos no ramo cultural. O grupo tem uma vasta experiência no teatro, televisão, plataformas digitais e Rádio Novela. Anualmente, realiza o festival de teatro infanto-juvenil e de inclusão "Nzoji tá Monandengue”.

Vencedor do Talent Kids Awards, na categoria de melhor companhia infantil e de melhores autores infantis nas classes masculino e feminino, no mesmo evento,  o grupo Artes Sol participou, em 2018, no Festival de Inverno, na cidade de Maputo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura