Desporto

Argelinos querem evitar percalço diante da Guiné

Teresa Luís

Jornalista

Depois do desaire no jogo de estreia, a Argélia procura, hoje, às 20h00, diante da Guiné Equatorial, alcançar a primeira vitória, na 33ªedição da Taça de África das Nações em futebol, em partida referente à segunda jornada do Grupo E, a disputar-se no Estádio Japoma, em Douala, Camarões.

16/01/2022  Última atualização 08H00
Brahimi, Mahrez e Slimani são dos principais desequilibradores das Raposas do Deserto © Fotografia por: DR
Com o rótulo de detentores do título e candidatos à revalidação, os argelinos ambicionam passar com distinção frente aos guineenses, sob pena de hipotecarem os objectivos previamente traçados. 

A jogarem no sistema táctico, 4x1x4x1, o extremo Mahrez, a par do avançado Slimani são as unidades que podem desestabilizar a defesa contrária. Os defesas Mandi e Bedrane, à semelhança dos laterais Atal e Bensebaini também são chamados a jogar ao mais alto nível, de modo a vergarem o adversário. 

Segundo da série com um ponto, mercê do empate (0-0) com a Serra Leoa, e dotado de um núcleo duro, onde muitos jogadores despontam no campeonato europeu, a Argélia é favorita ao triunfo. Para Djamel Belmadi e comandados, o foco é somente a conquista dos três pontos. 

Última do grupo, a Guiné Equatorial vai precisar de empenhar-se caso queira criar dificuldades ao oponente. Cientes da competitividade dos argelinos, Obiang Bicogo e pupilos apostam na coesão defensiva, com o sistema táctico 4x4x2.  
Refeitos da derrota diante da Costa do Marfim, os guineenses pretendem equilibrar o desafio. Hanza e Nsue devem motivar os demais no encontro.  

Três horas antes, a Costa do Marfim tenta, frente à Serra Leoa, garantir a qualificação para os oitavos-de-final. Líderes do grupo com três pontos, aos costa marfinenses, às ordens de Beumelle, uma vitória seria "ouro" sobre azul.   
Gradel, Haller e Cornet (avançados) seguramente vão fustigar a baliza defendida por Kamara. 

Embora reconheçam as valências dos compatriotas de Didier Drogba, os serra -leoneses pretendem deixar a sua marca.  Com uma defesa aguerrida, 4x2x3x1, Keiter e comandados não pretendem virar a cara à luta. Bundu, Kamara e Buya Turay são algumas das estrelas da Serra Leoa.    

Jogos do Grupo F 

Gâmbia e Mali jogam hoje, às 14h00, pela liderança do Grupo F, quando se defrontarem no Limbe Omnisport Stadium, a contar para a segunda jornada, a selecção vencedora qualifica-se para a fase seguinte da competição. 

Igualadas a três pontos, apesar de jogarem na condição de visitados, os gambianos estão avisados do ímpeto ofensivos dos malianos. Nas vestes de estreantes no CAN, a Gâmbia quer continuar a fazer história e tudo fará para equilibrar a partida.  
Jallow, Ceesay (avançados) e Barrow, Adms, Marreh e Colley (médios) são os jogadores que podem fazer a diferença. Por sua vez, os malianos orientados tecnicamente por Magassouba ambicionam manter a senda de triunfos. 

Fiéis ao sistema táctico 4x2x3x1, os contemporâneos de Salif Keita são, à partida, favoritos ao triunfo. Koen, Traore, Djenepo, Kouyate e companheiros têm argumentos de sobra para obrigarem os adversários a baixarem as linhas.

Três horas depois, entram em cena as similares da Tunísia e da Mauritânia. Refeitos da derrota na ronda passada, os tunisinos às ordens de Kbaier procuram a todo o custo somar os primeiros pontos, ante a um adversário teoricamente inferior.
 
Os mauritanos reconhecem que a tarefa se afigura difícil, porém, "sonham" com a possibilidade de equilibrar . Sob a orientação de Gomes da Rosa, Ba, Kamara, Mahmoud, Moussa N'di e Fofana são os destaques na equipa. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto