Economia

Apreendidas mais de 600 caixas de leite Cowbell com rótulo em francês

Mais de 600 caixas de pacotes de leite de marca Cowbell provenientes da República Democrática do Congo (RDC), com rótulo em língua francesa foram apreendidas no país, pela Agência Nacional de Inspecção e Segurança Alimentar (ANIESA).

11/05/2022  Última atualização 23H40
© Fotografia por: EDIÇÕES NOVEMBRO

O porta-voz da ANIESA, Adérito Mendes, explicou que o produto apreendido tem informações em francês e "que as embalagens continham gramas quando na realidade a mesma contém apenas 70 gramas do produto no seu interior o que representa suspeita para o consumo humano”.

"A ANIESA aconselha os consumidores em geral no sentido de não adquirirem produtos que não estejam rotulados em língua portuguesa”, referiu citado hoje pela Rádio Nacional de Angola.

A Lei de Defesa do Consumidor estabelece que todos os produtos colocados no mercado nacional devem ter a rotulagem em português, cuja medida serve para travar a tentativa de entrada de produtos que violam a referida disposição legal.

Comércio ilícito

Em comunicado, a Promasidor Angola, Lda que se dedica à produção e distribuição do leite Cowbell esclarece que a intervenção feita pela ANIESA tem por objectivo fazer cumprir a lei pondo termo ao comércio ilícito em língua estrangeira "e nada tem a ver com qualidade”.

No documento enviado ao Jornal de Angola, a empresa reforça que as notícias postas a circular "estão relacionadas com actividades inspectivas da ANIESA, que tem feito operações de apreensão de leite da marca Cowbell que entra de uma forma ilegal no país, e cuja embalagem não obedece à lei de rotulagem Angolana”.

"Desde o princípio do ano, que o leite Cowbell com origem nos Congos (República Democrática do Congo e República do Congo) atravessa a fronteira ilegalmente e chega ao nosso mercado”, lê-se no comunicado.

De acordo com a Promasidor Angola, este comércio ilícito lesa Angola porque não paga impostos, penaliza as empresas nacionais por fazerem concorrência desleal, e não observam as leis de Angola quanto à sua rotulagem que está feita em língua estrangeira (Francês "Cowbell Notre Lait”).

"A Promasidor Angola aproveita a oportunidade para reforçar junto dos seus fiéis consumidores que a produção do leite Cowbell – O Nosso Leite cumpre com os padrões de qualidade internacionais mais elevados, e que é perfeitamente apto para o consumo humano”, acrescenta o comunicado.

O leite Cowbell, sublinha, é ainda reforçado com VitaRico, um conjunto de vitaminas que fazem com que este leite contenha 28 vitaminas e minerais, para o bom e saudável desenvolvimento das crianças e suas famílias.

"Gostaríamos de aproveitar a ocasião para expressar publicamente o nosso apoio ao trabalho excepcional que a ANIESA tem vindo a desenvolver para proteger o consumidor angolano”, conclui a empresa. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia