Economia

APPO e Afreximbank assinam memorando de electrificação

A Organização Africana dos Produtores de Petróleo (APPO) e o Afreximbank assinaram esta segunda-feira, em Luanda, um memorando que cria um fundo de investimento para projectos de energia nos países membros.

17/05/2022  Última atualização 07H50
Omar Ibrahim e Rene Awambeng na assinatura do Memorando © Fotografia por: DR

Pela APPO rubricou o documento o seu secretário-geral, Omar Ibrahim, e da parte do Afreximbank, o director para Relações com Clientes, Rene Awambeng.

A assinatura do referido memorando foi testemunhada pelo Presidente da República, João Lourenço, que presidiu a abertura da cerimónia do oitavo Congresso e Exposição de Petróleo Africano (CAPE VIII), que decorre em Luanda de 16 a 19 deste mês.

O acordo prevê um fundo de cinco biliões de dólares, a serem disponibilizado pelo Afreximbank para financiar projectos ligados ao sector de energia.

Com o acordo assinado, as partes assumem o estabelecimento do Banco de Energia dedicado à fornecer fundos para operações da indústria africana de petróleo e gás.

As duas instituições, a APPO, através da AEICORP (Africa Energy Investment Corporation), se comprometeram, de igual modo, a tomar as medidas necessárias, para fornecer soluções sustentáveis para

o desafio de financiar a indústria de petróleo e gás em África, durante a transição energética.

A AEICORP (Sociedade de Investimentos de Energia em África, em português) é uma instituição financeira de desenvolvimento criada a 26 de Janeiro de 2019 pelos países membros da APPO, após a reforma do Fundo APPO.

A AEICORP, cujo capital autorizado é de mil milhões de dólares americanos, tem por missão mobilizar fundos do sector privado para o desenvolvimento dos sectores alvo em África, trabalhando de forma independente através de instituições financeiras africanas e internacionais elegíveis.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia