Desporto

Apito feminino angolano volta aos Jogos Mundiais

Silva Cacuti

Jornalista

A árbitra internacional angolana Maria José foi nomeada para apitar na terceira edição dos Jogos Mundiais da Patinagem a decorrer na Argentina de 24 de Outubro a 13 de Novembro. A juíza apita pela primeira vez num Mundial da categoria sénior masculina e disse não estar surpreendida pelo convite.

22/09/2022  Última atualização 06H50
Patinagem © Fotografia por: Edições Novembro

"Para mim, realmente, não estranhei tanto, porque temos poucos árbitros internacionais no país e sempre que Angola vai aos Mundiais, a regra é convidar ao menos um árbitro angolano. O que achei estranho, é por ser a primeira vez”, disse.

A árbitra, que apita desde 2003, prometeu trabalhar para estar ao mais alto nível no Mundial e dignificar da melhor forma a arbitragem angolana.

"Faltava um Mundial de seniores no meu palmarés. Vou dar o meu melhor para representar bem o país e deixar boas referências”, prometeu.

Maria José tem registo de actuações em torneios internacionais de renome, como a Taça Zé Dú, que se disputava no país em homenagem ao ex-Presidente da República José Eduardo dos Santos, e o Torneio Internacional das Vindimas, em Mendonza, Argentina. A árbitra esteve, igualmente, num campeonato do mundo sénior feminino, disputado em 2012, no Recife, Brasil.

A antiga praticante está também nomeada para ajuizar nos Jogos Africanos da Patinagem, inicialmente marcados para 28 do corrente a 2 de Outubro, na cidade do Cairo, Egipto, mas que acabaram adiados para Dezembro no mesmo palco.

Maria José é a segunda angolana a ser chamada para ajuizar Jogos do Mundial sénior masculino, depois de Patrícia Costa "Ticha”. Ticha apitou, pela última vez, nos Jogos Mundiais de Barcelona em 2019, onde colocou fim à carreira. Actualmente, serve à patinagem na condição de presidente da Associação Provincial de Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto