Mundo

António Guterres condena ataques contra locais religiosos no Daguestão

JA Online

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou hoje os ataques terroristas de domingo contra locais religiosos e membros das forças de segurança no Daguestão, no Cáucaso russo, que fizeram 20 mortos.

24/06/2024  Última atualização 17H13
© Fotografia por: DR | Arquivo

"O secretário-geral condena nos termos mais fortes os ataques terroristas de domingo contra locais religiosos judeus e cristãos e membros das forças de segurança na República do Daguestão da Federação Russa, nos quais pelo menos 20 pessoas foram reportadas como mortas e dezenas de outras feridas", indicou o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric, em comunicado, citado pela Lusa.

António Guterres transmitiu ainda as suas condolências às famílias das vítimas,  ao povo e ao Governo da Federação Russa e desejou aos feridos uma rápida recuperação.

Os atentados armados de domingo contra igrejas ortodoxas e pelo menos uma sinagoga no Daguestão, no Cáucaso russo, fizeram 20 mortos e 46 feridos, segundo um novo balanço divulgado hoje pelas autoridades locais.

O anterior balanço dava conta de 19 mortos e 25 feridos.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo