Política

Antigas vedetas do basquetebol nacional jogam a favor do voto pela paz

César Esteves

Jornalista

As antigas vedetas do basquetebol nacional, entre a velha e a nova geração, voltaram, este domingo, à quadra, para uma partida que teve como principal objectivo exaltar o voto pela paz, democracia e desenvolvimento", lema escolhido pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) para as quintas Eleições Gerais do dia 24 deste mês.

15/08/2022  Última atualização 07H40
© Fotografia por: Miqueias Machangongo/Edições Novembro

A partida, marcada por um forte sentimento de nostalgia, foi realizada no Pavilhão Vitorino Cunha, também conhecido como "CODENM", que registou casa cheia. A equipa A, formada pela velha geração, integrou nomes como Walter Costa, Benjamim Avó, Edmar Victoriano "Baduna", Herlander Coimbra, Victor de Carvalho e Jean Jaques da Conceição.

Enquanto na equipa B, formada pela nova geração das antigas vedetas, alinharam os atletas Milton Barros, Edson Ndoniema, Mário Belarmino, Wladimir Ricardino, Eduardo Mingas, Joaquim Gomes Kikas e Felizardo Ambrósio "Miller". A formação B venceu a equipa A por 100-58.

Apesar de já se encontrarem fora da quadra há algum tempo, os atletas mostraram estar, ainda, em boa forma desportiva. O secretário de Estado dos Desportos, Carlos Almeida, que reencontrou vários ex-companheiros de jornada, saudou a iniciativa, tendo afirmado que a mesma vai ajudar a sensibilizar, ainda mais, os cidadãos para o exercício do voto pela paz e pela democracia. "Aproveitamos esta ocasião para, mais uma vez, chamar atenção dos cidadãos para a necessidade de se absterem de toda acção que não ajude, em nada, a boa convivência e a credibilidade do próprio processo eleitoral", frisou.

A partida foi organizada pelo Movimento Angola Avante, que homenageou, na ocasião, os vários atletas da modalidade, pelo contributo para o desenvolvimento e fortalecimento do básquete, bem como pelos momentos de alegria proporcionados ao povo angolano.     

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política