Sociedade

Angop vai ter uma nova sede

A Angop vai ter, em breve, uma nova sede, garantiu, ontem, em Luanda, o secretário de Estado para a Comunicação Social, Nuno Caldas, na sessão de encerramento do V Conselho Consultivo da Agência Angolana de Notícias.

15/10/2021  Última atualização 10H30
Secretário de Estado da Comunicação Social procedeu ao encerramento do Conselho Consultivo da Angop © Fotografia por: DR
Além de tudo estar a ser feito para que a Angop tenha uma nova sede, com melhores condições de acomodação, Nuno Caldas anunciou, igualmente, para breve, a melhoria das instalações de todas as delegações provinciais, para a prestação de um serviço de melhor qualidade.

Realçou o "papel estratégico” da Angop em termos de cobertura a nível dos municípios e comunas e apelou aos profissionais à responsabilidade e patriotismo, no exercício da actividade jornalística”.

O secretário de Estado referiu que "os órgãos de comunicação são um mediador social insubstituível para o actual contexto político e económico do país, bem como um garante de estabilidade”. "Cabe aos meios de comunicação social assegurar a mediação social, quer do ponto de vista político, quer económico, para a estabilidade do país”, afirmou.

Nuno Caldas referiu que, além do papel mediador que os media devem exercer para a estabilidade política e económica do país, é necessário, também, incentivar o cidadão ao "compromisso na afirmação dos pilares da democracia”.

Durante três dias, os participantes no Conselho Consultivo da Angop discutiram assuntos ligados à execução das acções programadas durante o encontro anterior e traçaram estratégias para a melhoria na cobertura das eleições gerais, previstas para o próximo ano.

O encontro, que contou com a participação dos membros do Conselho de Administração, delegados provinciais, chefes de departamento, decorreu sob o lema "Angop no reforço da sua afirmação interna e externa”.

Criada em Julho de 1975, com a denominação Agência Nacional Angola Press (ANAP), no início, os trabalhos da Angop eram distribuídos sob a forma de boletim impresso, até que, a 30 de Outubro do mesmo ano, lançou o primeiro despacho telegráfico.

A Angop é, até ao momento, a única agência noticiosa do país, cuja tarefa é a recolha, tratamento e distribuição de informação, nos formatos de texto, fotografia, áudio, vídeo e infografia.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade