Desporto

Angolanos tentam chegar hoje aos quartos-de-final

António Cristóvão

Jornalista

A Selecção Nacional de futebol para amputados tenta hoje à tarde, a partir das 12h00, diante da congénere da Inglaterra, o passe para os quartos-de-final da 17ª edição do Campeonato do Mundo. O jogo que se disputa no campo número 1 A, nas instalações desportivas da TFF, na vila de Riva, em Istambul, Turquia, é válido para os oitavos-de- final da competição.

05/10/2022  Última atualização 06H00
Campeões mundiais podem defrontar brasileiros ou polacos na outra fase da prova © Fotografia por: Santos Pedro | Edições Novembro

O desafio com os ingleses é aguardado com enorme expectativa pela equipa técnica nacional, pois existe muita ansiedade da parte dos atletas nacionais em querer ultrapassar o adversário para chegar à fase seguinte da prova.

Os angolanos, que encerraram invictos a fase de grupos do mundial, com nove pontos, apontaram 15 golos e encaixaram apenas um, no Grupo F. Angola teve o melhor ataque e defesa do primeiro turno da competição.

A Inglaterra, que integrou a série C da fase de grupos, ao lado da Argentina (1º/09), EUA (2º/06) e Indonésia (4º/00), ocupou a terceira posição, com seis pontos. Os ingleses somaram dois triunfos e uma derrota em três jogos. Marcaram cinco golos e sofreram  quatro.

Com estes ingredientes, espera-se por um desafio teoricamente equilibrado, devido aos resultados alcançados pelas duas selecções na primeira fase da prova. Tal como os angolanos, os ingleses também pretendem vencer e chegar aos quartos-de-final.

Se Angola vencer a Inglaterra aguarda, amanhã, no período da tarde, no desafio dos quartos-de-final, pelo vencedor da partida entre Brasil e Polónia, duelo marcado para o recinto desportivo da Federação Turca de Futebol (TFF), na vila de Riva.

Brasileiros e polacos defrontam-se, também, hoje, às 12h00, no campo número 2 B, na TFF, em Riva, para os oitavos -de-final.

 

Outros desafios

 Os oitavos-de-final do campeonato reservam igualmente outros desafios. A selecção do Marrocos, outro representante africano na competição, defronta, às 10h00, a similar da Argentina, no campo número 2 B, na TFF. Os marroquinos classificaram-se na terceira posição do Grupo D, com quatro pontos, e os argentinos terminaram invictos a série C, com nove.

Chegar aos quartos-de-final é o objectivo da selecção africana. Contudo, caso queira lá chegar, os marroquinos terão de se aplicar a fundo durante a partida.

Já o combinado da Tanzânia, igualmente representante africano na prova, mede forças com o Japão, às 14h00, no recinto número 1 B, em Riva. Na fase de grupos, os tanzanianos ocuparam a terceira posição da série E, com quatro pontos, e os japoneses encerraram o primeiro turno sem derrotas no Grupo B, com nove.

Pelos resultados da primeira fase, a selecção asiática leva algum favoritismo, mas pode ser suplantada pelos africanos. Para a conclusão dos oitavos-de-final, o Irão enfrenta a Itália, às 12h00, na TFF 2 B e o Haiti encara os EUA, às 10h00, no recinto número 1 B.

A Turquia enfrenta o México, às 18h00, no campo número 4, antes jogam Uzbequistão e Colômbia, às 12h00, no mesmo recinto.

  Cheto diz que o grupo está apto para os ingleses 

A Selecção Nacional de futebol para amputados está preparada para o desafio com a congénere da Inglaterra, hoje, às 12h00, no campo número 1 A, na vila de Riva, válido para os oitavos-de-final da competição que decorre desde sexta-feira passada e encerra no domingo, em Istambul, capital da Turquia.  

A garantia foi manifestada ontem, ao Jornal de Angola, na cidade de Istambul, pelo seleccionador nacional, Cheto Baptista, após a divulgação do calendário dos oitavos-de- final da competição pela Federação Internacional de Futebol para Amputados (WAFF, sigla em inglês).

"O grupo está motivado. Trabalhamos com o objectivo de revalidar o título. A rapaziada está pronta para o jogo”, disse.

Cheto Baptista, que assumiu o comando técnico da Selecção Nacional, em 2008, reafirmou a ambição de se qualificar para os quartos-de-final, pois o objectivo de Angola passa por revalidar o troféu mundial.

"O objectivo é vencer a partida, com o intuito de passarmos para a outra fase da prova. Será um jogo difícil, mas não impossível de vencer”, destacou o seleccionador nacional.

Questionado sobre o adversário, Cheto Baptista reconheceu a qualidade dos ingleses,  mas espera vencer a partida com ou sem dificuldade.

"A Inglaterra é uma boa selecção, com muitos talentos, pois renovou o grupo. Estamos tranquilos, vamos conversar com os jogadores para traçarmos as nossas estratégias para o desafio. Já vimos a Inglaterra jogar, é um conjunto que está a correr muito, tem muito sangue novo. Mas, de qualquer das formas, vamos fazer o nosso jogo com tranquilidade”, revelou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto