Política

Angolano e brasileiro entraram para a História da CPLP

Apesar das dificuldades de afirmação da CPLP enquanto comunidade, desde a sua criação, em 1996, que se destacaram algumas figuras. São os casos de Marcolino Moco, primeiro Secretário Executivo da organização, e José Aparecido de Oliveira, antigo diplomata e político brasileiro (falecido em 2007).

17/07/2021  Última atualização 08H10
© Fotografia por: DR
Natural do Huambo, Marcolino Moco quase dispensa apresentações. Formado e doutorado em Direito, o antigo Primeiro-Ministro de Angola, entre 1991 e 1996 (muito antes da Constituição de 2010, quando a estrutura governativa apresentava características diferentes do presidencialismo), levava uma considerável experiência política interna, tanto no Governo, como no MPLA.Marcolino Moco foi Secretário Executivo da CPLP entre 1996 e 2000, naquele que terá sido um dos últimos cargos políticos oficiais que desempenhou.

Do seu consulado, numa época diferente em termos de relações internacionais e na própria implementação da CPLP, mantém-se a preocupação com a promoção do Português e o reforço das relações diplomáticas multilaterais. Mas ganhou tracção a importância dos negócios em detrimento de uma abordagem mais dinâmica, num campo de igualdade entre as diferentes culturas que compõem a CPLP.Natural do estado de Minas Gerais, José Aparecido de Oliveira exerceu diversas funções na política brasileira. De ex-secretário particular do Presidente Jânio Quadros, em 1962, foi deputado federal por duas vezes e governador do Distrito Federal (onde está a actual capital daquele país, Brasília), de 1985 a 1988.

Muito amigo do ex-Presidente Itamar Franco (governou o Brasil entre 1992 e 1995), assumiu nessa altura a Embaixada do Brasil em Portugal. Foi neste contexto que ajudou a articular a criação da CPLP e que assumiu preponderância nas negociações do Acordo Ortográfico, que ainda hoje resiste (por entre polémicas e sem a ratificação de alguns PALOP).José Aparecido de Oliveira morreu no dia 19 de Outubro de 2007, aos 78 anos, de insuficiência respiratória, na sequência de um cancro no pulmão. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política