Política

Angola testemunha Acordo de Paz entre o Tchad e Movimentos Político-Militares

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, testemunhou, ontem, em Doha, a cerimónia de assinatura do Acordo de Paz entre o Governo do Tchad e os Movimentos Político-Militares, realizada na capital do Estado do Qatar.

09/08/2022  Última atualização 08H40
Téte António e Mohammad Bin Abdulrahman Al-Thani abordaram a situação de paz e segurança de África e no Médio Oriente © Fotografia por: DR

Mandatado  pelo Presidente da República, João Lourenço, Téte António presenciou o acto que sela o culminar de uma negociação para o fim de um conflito entre o Governo do Tchad e de mais de meia centena de grupos políticos e militares.

 Antes da assinatura do Acordo de Paz de Doha entre o Governo do Tchad e os Movimentos Político-Militares, que visa alcançar uma paz abrangente e duradoura na República do Tchad e concretizar as esperanças e aspirações do povo tchadiano e o direito de viver em segurança e prosperidade, foram ouvidas as intervenções do Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, e do presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat.

 As negociações entre o Governo do Tchad e os grupos político-militares começaram em Março, após vários adiamentos, para encerrar décadas de agitação e instabilidade neste país com 16 milhões de habitantes, que passou por diversos golpes de Estado.

 Aprofundamento das relações

O aprofundamento da cooperação bilateral entre Angola e o Estado do Qatar esteve no centro de um encontro mantido no princípio da tarde de ontem, 8 de Agosto, em Doha, entre Téte António, ministro das Relações Exteriores, e Mohammad Bin Abdulrahman Al-Thani, Vice-Primeiro-Ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros do Estado do Qatar.

 Durante o encontro, as duas entidades consideraram que é altura de Angola e o Qatar avançarem para uma cooperação económica bilateral mais dinâmica e diversificada, com a implementação de instrumentos jurídicos já negociados entre as partes.

 Os dois interlocutores são de opinião que os Governos de ambos países devem trabalhar em conjunto no sentido de alargarem a cooperação nos mais variados domínios, assim como na promoção de investimentos directos entre empresários de Angola e do Qatar.

 Para além da cooperação bilateral, os ministros Téte António e Mohammad Bin Abdulrahman Al-Thani abordaram, igualmente, a situação de paz e segurança do continente berço e no Médio Oriente, assim como o papel desempenhado por Angola na prevenção, gestão e resolução de conflitos em África.

 Entretanto, o Presidente da República, João Lourenço, efectuou uma visita oficial a Doha, Estado do Qatar a 8 e 9 de Setembro de 2019, durante a qual Sua Alteza o Emir do Qatar, Sheikh Tamim bin Hamad Al-Thani, incentivou os empresários qataris para investirem nos diferentes sectores da economia angolana.

 À margem da visita, naquela altura, foram assinados vários instrumentos jurídicos, nomeadamente, acordos nos domínios Marítimo e Portuário, Cooperação Técnica, Comercial e Económica, Isenção de Vistos nos Passaportes Diplomáticos e de Serviço e o estabelecimento do mecanismo de Consultas Políticas.

 Além disso, e com o objectivo de reforçar essas relações, os dois países estabeleceram um Acordo de Cooperação no domínio dos Transportes, que prevê ligações aéreas entre as capitais Luanda e Doha, efectivado pela companhia nacional, a Qatar Airways.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política