Política

Angola tem saldo positivo na estreia

César Esteves | Lisboa

Jornalista

A porta-voz da delegação angolana na Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos, que decorre até sexta-feira, em Lisboa, a secretária de Estado para o Ambiente, Paula Coelho, considerou produtivo o primeiro dia da participação do país.

28/06/2022  Última atualização 10H36
Secretária de Estado Paula Coelho fez, o balanço © Fotografia por: Kindala Manuel | Edições Novembro

Paula Coelho disse que o país participou dos diálogos interactivos. Das 32 intervenções, 20 abordaram a necessidade de legislação específica para o combate à poluição marinha. "Fez-se uma abordagem genérica das questões relacionadas com aquilo que é a alimentação, a questão dos micro-plásticos na alimentação, ligada àquilo que será o desenvolvimento sustentável e o tipo de alimento que estamos a fazer”, salientou.

Paula Coelho disse que foi um apelo à necessidade de se olhar para os produtos químicos que estas unidades contêm e que o assunto consta de uma resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas para o Ambiente.

As intervenções dos países continuam amanhã, com diálogos interactivos ligados ao financiamento e apresentação de programas concretos das organizações defensoras do ambiente.

Paula Coelho anunciou que o Stand de Angola vai receber, hoje, a comissária da União Africana para a Agricultura, Desenvolvimento Rural e Economia Azul, Josefa Sacko.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política