Coronavírus

Angola regista três mortes e 137 novas infecções nas últimas 24 horas

Xavier António

Jornalista

As autoridades sanitárias reportaram, ontem, 137 novas infecções, três óbitos e 20 pacientes recuperaram da Covid-19, indica o boletim da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP).

20/06/2021  Última atualização 06H00
Luanda continua a ser o foco da pandemia em Angola © Fotografia por: DR
O documento avança que os novos casos foram notificados em nove províncias do país. Nos dados divulgados ontem, Huambo lidera com 67, Luanda (53), Cuando Cubango (3), Cunene (3), Malanje (3), Huíla (2), Benguela (2), Lunda-Sul (2) e Uíge (2).

Os infectados têm idades que variam entre três meses e 80 anos, sendo 71 do sexo masculino e 66 feminino, perfazendo agora um total de 37.604 infecções confirmadas, desde o início da pandemia, em Março do ano passado.
As três mortes foram registadas em Luanda, todos do sexo masculino, com idades entre 43 e 86 anos. Número de vítimas mortais no país subiu para 856, até à data.

Em relação aos 20 recuperados, têm idades entre 1 e 60 anos, dos quais 15 em Luanda, três no Huambo e dois na Lunda-Sul, contabilizando um total de 31.589 recuperações, desde que surgiram as primeiras infecções em Angola.
Dados do Ministério da Saúde apontam que Luanda continua a ser a região mais afectada pela pandemia, com 3.620 casos activos, 23.265 recuperados e 538 óbitos. 


Os laboratórios realizaram 1429 testes por RT-PCR. O cumulativo aponta para 626.438 amostras processadas, com uma taxa de positividade de 6%.

De acordo com as autoridades sanitárias, nos pontos de entrada e saída da província de Luanda, no âmbito do controlo sanitário foram testadas 856 pessoas. Nesta altura, o país tem 5.159 casos activos, sendo 18 críticos, 24 graves, 31 moderados, 41 leves e 5.045 assintomáticos.

Um total de 114 doentes está internado em várias unidades de tratamento do país. Em quarentena institucional estão 74 pessoas, enquanto 2.383 contactos estão sob  vigilância epidemiológica.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus