Política

Angola regista mais de mil mortos por acidentes de viação

Angola registou de Janeiro a Setembro do corrente ano 8.950 acidentes de viação, mais 1.936 que no ano anterior, o que corresponde a 1.845 mortos (+477) e 9.645 feridos (+2.131).

21/11/2021  Última atualização 12H36
© Fotografia por: DR

Os dados foram apresentados este domingo, 21, pelo Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, na sua mensagem por ocasião do "Dia Mundial em Memória das Vítimas de Estradas".

"Como órgão de consulta do Presidente da República, João Lourenço, em matérias relativas à viação e ordenamento do trânsito a nível nacional, constatámos com bastante preocupação que a faixa etária mais visada pela sinistralidade rodoviária, em que se destacam os atropelamentos, as colisões entre motociclos e automóveis situa-se dos 10 aos 47 anos de idade, uma franja da sociedade que muito tem para contribuir para o desenvolvimento do país", referiu.

Para o Vice-Presidente, ao "assinalarmos o 16º ano desde a institucionalização desta efeméride pela ONU, devemos ter a coragem de assumir que é possível fazer um pouco mais e melhor".

Bornito de Sousa entende que uma das formas de fazer "mais e melhor" é aderir à iniciativa denominada "Década de Acção pela Segurança no Trânsito 2021-2030”, lançada pela OMS a 28 de Outubro do corrente ano, em Genebra, com a ambiciosa meta de prevenir pelo menos 50 % das mortes e lesões no trânsito até 2030.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política