Política

Angola recebe garantias de apoio para o turismo

Garrido Fragoso

O Presidente João Lourenço recebeu, ontem, em Madrid, Espanha, da Organização Mundial do Turismo (OMT), todas as garantias de apoio para a promoção e desenvolvimento do turismo no país.

30/09/2021  Última atualização 09H30
Chefe de Estado descerrou a placa que assinala visita à Organização Mundial do Turismo © Fotografia por: paulo mulaza|edições novembro|madrid
"Temos grandes potencialidades turísticas adormecidas, que precisam do vosso contributo para fazer, também, de Angola, um importante destino turístico mundial”, indicou o Presidente João Lourenço, durante a visita à sede da OMT.

O Chefe de Estado indicou que nos esforços do Executivo com vista à diversificação da economia, a par da agricultura, o sector do Turismo constitui, também, uma grande valia para a concretização deste desiderato.
Entre os demais sectores económicos, o Chefe de Estado destacou o do Turismo como o que mais  sofreu e continua afectado pela pandemia da Covid-19.

Aos homens de negócios espanhóis, e não só, que queiram investir no sector turístico,  o Chefe de Estado apelou que desembarquem  também com vontade  de formar os jovens desempregados.
"O Turismo é dos sectores que mais emprego proporciona aos cidadãos”, reconheceu João Lourenço, que na sede da OMT assinou o livro de honra e descerrou a placa  que assinala a sua passagem pela organização, liderada pelo georgiano Zurab Pololikashvili.

A pequena galeria na sede da OMT conserva placas nas quais estão estampados nomes de personalidades que já visitaram a sede da organização.
Dos muitos quadros estampados na parede da galeria, pode-se apenas observar dois líderes africanos: Do Presidente da República do Congo, Dennis Sassou Nguesso, que visitou a instituição em Dezembro de 2019, e do Chefe de Estado angolano, que  ontem esteve no local.

No cumprimento do programa da visita de Estado, o Presidente João Lourenço visitou, ainda ontem, a estação de tratamento e distribuição de água  "Isabel II”, que abastece boa parte da cidade de Madrid.
Durante aproximadamente uma hora, na presença do ministro da Energia e Águas, o Presidente João Lourenço ouviu explicações pormenorizadas sobre o funcionamento de um dos mais referenciados sistemas de gestão aquífera do mundo.

Secretário-geral garante financiamento

O secretário-geral da OMT manifestou satisfação pela visita do Presidente João Lourenço, a quem garantiu financiamento, recursos humanos e investidores, para promover o turismo em todo o território angolano.
Ao intervir na recepção da visita do Presidente João Lourenço à sede da organização, Zurab Pololikashvili prometeu trabalhar com as autoridades angolanas ligadas ao sector, incluindo o embaixador de Angola em Espanha, José Luís de Matos, para traçar as melhores estratégias com vista à exploração das potencialidades turísticas do país.

O Chefe de Estado concluiu,  ontem, a visita de trabalho de dois dias ao Reino de Espanha. Na terça-feira, João Lourenço reuniu com o Rei Filipe VI e com o Chefe do Governo de Espanha, Pedro Sánchez.

Ao discursar durante o almoço que lhe foi oferecido pelo Rei Filipe VI, João Lourenço defendeu o estabelecimento de  uma "parceria estratégica”  com o Reino de Espanha, que ultrapasse a esfera meramente económica e empresarial e se alargue ao nível das consultas políticas, diplomáticas, troca de informação e experiências nos vários domínios da vida dos dois países.

João Lourenço disse contar com o apoio de Espanha, para a mobilização de financiamentos e  investidores da Europa interessados em investir no país, nos vários domínios da economia.
O facto de visitar a Espanha cinco meses depois de o Chefe do Governo espanhol ter estado em Angola, disse, traduz a expressão das "boas relações existentes entre os dois países”.

O Rei Filipe VI aceitou o convite feito pelo Presidente  João Lourenço  para visitar Angola. "Será uma honra para mim e para a Rainha visitar o seu país e poder sentir a vitalidade e a cordialidade do querido povo angolano”, disse.

  O que é a Organização Mundial do Turismo

A Organização Mundial do Turismo (OMT), com sede em Madrid, é uma agência especializada das Nações Unidas (desde 2003) e a principal organização internacional de âmbito turístico e um fórum mundial para o debate das questões da política de turismo.

Da sua agenda política fazem parte temas como a competitividade, sustentabilidade, redução da pobreza, capacitação, cooperação e orientação para um turismo responsável e sustentável.

A OMT congrega, actualmente, 159 países, seis membros associados e mais de 500 membros afiliados, estes últimos representando o sector privado, associações do sector, instituições de educação e autoridades turísticas locais.
O actual secretário-geral, Zurab Pololikashvili (Geórgia), tomou posse em Janeiro de 2018 para um mandato de quatro anos (2018-2021).

Os órgãos da OMT são a Assembleia Geral, o Conselho Executivo e as Comissões Regionais. A Assembleia Geral reúne-se de dois em dois anos para aprovar o orçamento, o programa de trabalho e debater temas de importância vital para o sector do turismo.

O Conselho Executivo é responsável por assegurar que a Organização realiza o seu trabalho e cumpra o orçamento. O Conselho Executivo tem como missão tomar as medidas necessárias, em consulta com o secretário-geral, para a implementação das suas próprias decisões e das recomendações da Assembleia Geral. Reúne-se pelo menos duas vezes por ano e é composta por membros eleitos pela Assembleia Geral (um membro por cada cinco membros efectivos de cada região).

Existem seis Comissões Regionais (África, Américas, Sudeste Asiático e Pacífico, Ásia do Sul, Europa e Médio Oriente) que se reúnem pelo menos uma vez por ano. Estas reuniões permitem que os Estados-membros mantenham contacto entre si e com o Secretariado entre as sessões da Assembleia Geral, às quais apresentam as suas propostas e transmitem as suas preocupações. Cada comissão regional é composta por todos os membros efectivos e todos os membros associados da sua região.


Garrido Fragoso| Madrid

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política