Política

Angola na Conferência sobre estratégia de policiamento

Uma delegação de alto nível da Polícia Nacional de Angola (PNA), chefiada pelo seu Comandante Geral, o comissário Paulo de Almeida, encontra-se em Seul a participar desde quarta-feira (20) até este sábado (23) na Conferência Internacional da Polícia da Coreia (Korea Police World Expo 2021), para analisar desafios actuais e o futuro da segurança internacional.

23/10/2021  Última atualização 12H28
© Fotografia por: CEDIDA

Sob o lema "Estratégia de policiamento para uma era do novo normal”, o evento está a proporcionar uma plataforma para que comissários policiais possam partilhar as suas experiências e realizações na resposta à crise actual da Covid-19 e progredir com métodos preventivo e avançado.

Líderes policiais de 38 nações e organizações internacionais estão congregados num mesmo lugar, com oficiais de segurança de alto escalão, como ministros do Interior e comandantes da Polícia Nacional de 24 países, que compareceram pessoalmente, e 14 outros por online.

Angola faz parte do grupo integrado igualmente pelo Japão, Ucrânia, Inglaterra, Estados Unidos da América, Canadá, bem como representantes da Interpol e da Associação Internacional de Chefes da Polícia, que estão engajados presencialmente.

Paulo de Almeida, na sua intervenção na plenária, realçou as medidas e a experiência de Angola nesta fase, bem como apelou ao reforço da cooperação entre as polícias parceiras, com a troca de informações, para fazer face à mudança, sobretudo, da criminalidade nos países.

Durante o evento, vários chefes de polícia partilharam opiniões diversas sobre as mudanças no ambiente de segurança pública causadas pela prevalência do coronavirus no mundo e identificaram novas ameaças, definindo estratégias para as ultrapassar.

O Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, enviou uma mensagem, em que aponta um plano a ser gizado para se assegurar a protecção dos socialmente mais vulneráveis num mundo hiper-conectado e para dar resposta aos crimes transnacionais.

Disse que a Coreia do Sul está aberta à cooperação global no campo da segurança pública, mediante envio de especialistas visando acções de treinamento para policias estrangeiros e projectos de cooperação no sector, manifestando o empenho pela paz e segurança da humanidade como país avançado, responsável na comunidade internacional.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política