Política

Angola mantém apoio para a criação do Parlamento

Adelina Inácio

Jornalista

O Executivo e o Presidente da República mantêm firme o apoio ao processo de transformação do Fórum Parlamentar em Parlamento Regional, afirmou, ontem, em Luanda, o presidente da Assembleia Nacional.

05/06/2021  Última atualização 10H40
Fernando Dias dos Santos participou na reunião do © Fotografia por: Santos Garcia| Edições Novembro
Fernando da Piedade Dias dos Santos, que interveio por vídeoconferência na reunião da Comissão Executiva do Fórum Parlamentar da SADC, garantiu, ainda, a disponibilidade do Parlamento para dar o seu contributo para que o desejo de se criar um Parlamento regional seja materializado.

"Estamos sempre disponíveis a dar o nosso contributo para que essa nossa missão nobre e importante consiga o êxito que todos esperamos e almejamos”, assegurou. O líder do Parlamento angolano pediu aos presidentes membros do Fórum Parlamentar da SADC para prosseguirem, com optimismo e determinação, as acções para a concretização do processo.Fernando Dias dos Santos felicitou os presidentes dos parlamentos da Namíbia e Zimbabwe pelo trabalho e lobby necessários em prol da transformação do Fórum Parlamentar em Parlamento.

O presidente do Fórum Parlamentar da SADC, o congolês Christophe Mboso Pwanga, que interveio na sessão de abertura da reunião, pediu mais empenho e celeridade para a transformação do Fórum em Parlamento Regional.

O parlamentar espera que, na próxima Cimeira da SADC, prevista para Agosto, haja um progresso e concretização deste desejo. Propôs a criação de lobbies para chamar à razão daqueles países africanos que ainda não subscreveram o desejo de transformação do Fórum em parlamento regional. No encontro, que termina hoje, os parlamentares foram informados sobre o ponto de situação sobre a transformação do Fórum Parlamentar da SADC em Parlamento. Foi, igualmente, analisado o relatório do Comité dos secretários -gerais dos parlamentos da SADC, solicitado pela sessão conjunta das subcomissões dos Recursos Humanos e Financeira.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política