Economia

Angola eleita para fornecer gás natural à União Europeia

Angola é um dos países seleccionado pela União Europeia (EU) para fornecer Gás Natural Liquefeito (GNL), de modo a reduzir a dependência da Rússia, segundo uma estratégia que deverá ser aprovada ainda este mês pela EU.

03/05/2022  Última atualização 16H11
© Fotografia por: DR

A União Europeia quer aprofundar a cooperação com os países africanos como a Angola, Nigéria, Guiné-Equatorial e Senegal, com objectivo de aumentar a compra de Gás Natural Liquefeito (GNL) para equilibrar as necessidades do curto e médio prazo.

Os países com capacidade para exportar gás como Angola e Moçambique podem também beneficiar da vontade de Bruxelas em diversificar as compras.

Com esta estratégia, a União Europeia prepara-se para comprar de África cerca de 10 milhões de toneladas de hidrogénio até 2030, conforme noticiou hoje a Rádio Nacional de Angola.   

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia