Política

Angola e Rússia analisam alargamento da parceria

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, analisou, quarta-feira (13), em Moscovo, com o homólogo russo, Serguey Lavrov, a possibilidade de uma maior participação dos operadores económicos da-quele país no processo de desenvolvimento de Angola.

14/10/2021  Última atualização 08H10
Diversificação da parceria estratégica foi analisada ontem © Fotografia por: DR
Durante um encontro entre Téte António e Serguey Lavrov, foi abordado o reforço da cooperação entre os dois países, com destaque para a diversificação da parceria estratégica existente entre os dois Estados.

À margem das conversações oficiais entre as duas delegações, o chefe da diplomacia angolana visitou o Instituto de Estudos Africanos da Federação da Rússia, onde manteve um encontro com o corpo directivo da Instituição, cujo objectivo principal é produzir reflexões científico-académicas sobre matérias do continente africano.

Téte António visitou a Academia Diplomática da Federação da Rússia, onde proferiu uma palestra sobre as prioridades da Política Externa de Angola a uma plateia composta por académicos, diplomatas, estudantes e convidados.

Téte António iniciou, ontem, uma visita de trabalho à Federação da Rússia, depois de ter visitado a Sérvia, onde abordou o reforço da cooperação, com realce para a agricultura e a formação de quadros ligados às Forças Armadas Angolanas (FAA).

Na Sérvia, o ministro das Relações Exteriores participou  no 60º aniversário da Conferência   dos   Países   Não   Alinhados. Ao discursar na Cimeira, Téte António reafirmou o apoio de Angola às reformas nas Nações Unidas, para permitir maior representatividade regional.

Téte António disse que Angola defende o Consenso de Ezulwini, que prevê para o continente africano dois membros permanentes no Conselho de Segurança, com direito a veto, e cinco membros não-permanentes.

Na sua intervenção, o chefe da diplomacia angolana manifestou a solidariedade de Angola com todos os povos que ainda aspiram à auto-determinação e reafirmou o apelo para o levantamento do embargo contra Cuba.

Relações com a Sérvia

À margem da Cimeira, o ministro manteve um encontro com o homólogo da Sérvia, Nikola Selakovic, com quem analisou as relações bilaterais, bem como a realização de um fórum de negócios para melhorar a cooperação económica e as potencialidades dos dois países.

Na ocasião, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Sérvia informou que o país tem um   programa designado "mundo   na Sérvia”, que permite que   estudantes africanos estudem no país dos Balcãs, e que a Sérvia pretende aumentar, até cinco vezes, o número de bolsas de estudo para estudantes angolanos para o próximo ano.  Agradeceu especialmente por Angola se manter firme na sua posição em relação à questão do Kosovo e Metohija.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política