Cultura

Angola e França assinam acordo na área da Cultura

Manuel Albano

Jornalista

O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola e o Ministério da Cultura de França assinam na primeira semana de Fevereiro, em Paris, França, um protocolo de cooperação para assegurar a formação de quadros angolanos, anunciou, em Luanda, o ministro Filipe Zau.

12/01/2022  Última atualização 10H15
Ministro Filipe Zau viaja para a capital francesa onde deve assinar um acordo de cooperação © Fotografia por: Edições Novembro
Em declaração à imprensa, recentemente, em Luanda, o ministro adiantou que a deslocação a Paris está prevista para o dia 4 de Fevereiro, para a assinatura de um acordo de cooperação destinado à formação de quadros nacionais no domínio do turismo cultural, melhoramento do funcionamento das instituições museológicas e das bibliotecas.

O acordo prevê, igualmente, a identificação, estudo, conservação, valorização e divulgação do património histórico e cultural, bem como  a promoção das actividades artísticas como meio de atracção de turistas e arrecadação de receitas para alavancar o sector económico no país.

As partes devem, também, estabelecer acções de troca de experiências, programas de superação, promoção de actividades e intercâmbio, envolvendo outros agentes culturais e mecenas, com o objectivo de promover actividades culturais e artísticas de ambos países.

O acordo deve ser rubricado pelo ministro da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola, Filipe Zau, e a ministra da Cultura de França, Roselyne Bachelot, respectivamente.

Durante a estada em França, disse, vão ser também restituídas duas peças de escultura ao Museu do Louvre, que se encontram sob tutela da Embaixada de Angola em França.

Todos os espólios solicitados pelo Governo francês, segundo o ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, serão devolvidos aos respectivos proprietários ou países de origem mediante acordos de cooperação.

Com a assinatura do acordo, disse que vai ser possível definir as bases da cooperação entre as duas instituições, na implementação de programas, projectos e acções.
 
Colecção de arte online

Desde o ano passado, o Museu do Louvre disponibilizou toda a colecção de arte online e gratuitamente, permitindo que todos os admiradores de arte pelo mundo possam fazer uma viagem nos seus artefactos favoritos.

O banco de dados inclui mais de 480.000 obras do Louvre, bem como do Musée National Eugène-Delacroix, do Jardim de Tulherias e do Jardim de Luxemburgo. A plataforma também apresenta as chamadas "MNR” (recuperação de museus nacionais): obras que foram encontradas após a Segunda Guerra Mundial e entregues ao Louvre até que pudessem retornar aos seus legítimos proprietários.
O site apresenta obras dos oito departamentos do Louvre - que vão desde arte islâmica e esculturas renascentistas a antiguidades egípcias e pinturas de artistas de todo o mundo.

A plataforma online permite que o visitante faça pesquisas simples ou avançadas, entre em cada departamento curatorial e até em álbuns temáticos. Além disso, um mapa interactivo online orienta os  visitantes através de cada sala e está disponível em francês, inglês, espanhol e chinês.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura