Política

Angola defende presença no encontro de doadores

Angola apelou à participação activa dos países africanos na conferência de doadores do Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana (FFSA) da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que terá lugar no próximo dia 11, em Malabo (Guiné Equatorial).

01/06/2019  Última atualização 09H23
DR

O apelo do Governo angolano foi apresentado ontem pelo representante cessante de Angola junto das Agências das Nações Unidas, o embaixador Florêncio de Almeida, em Roma (Itália), sede da FAO.
Florêncio Gaspar, que representou o país em Roma na FAO, FIDA e PAM, despediu-se dos colegas durante a reunião plenária dos embaixadores do Grupo Africano (GRA), a quem agradeceu a ajuda e a colaboração durante a missão diplomática. O embaixador, que ainda lidera o Comité Director do referido fundo, lembrou que “o nobre objectivo do FFSA é ajudar a resolver o problema da insegurança alimentar no continente africano”.
O Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana foi criado em 2012 pela conferência regional da FAO para África, realizada em Brazzaville (Congo), para apoiar iniciativas nacionais e regionais com vista à eliminação da fome no continente africano, tendo disponibilizado já 38 dos 40 milhões de dólares para 18 projectos em 41 países.
O embaixador Florêncio de Almeida, agora nomeado para chefiar a missão de Angola na República Federativa do Brasil, foi condecorado, em Março último, com a medalha de mérito pelo director-geral da FAO, José Graziano da Silva.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política