Sociedade

Angola bate novo recorde com 371 recuperados em 24 horas

Angola bateu, ontem, um novo recorde ao recuperar, 371 pessoas da Covid-19, das quais 312 na província de Luanda, 28 no Zaire, 26 em Cabinda, quatro em Benguela e um na Lunda-Sul, elevando para 4.107 cidadãos que já superaram a doença.

31/10/2020  Última atualização 11H40
© Fotografia por: Kindala Manuel| Edições Novembro
A província de Luanda continua a ser o epicentro da Covid-19 no país, com um total de 3.701 recuperados, seguindo-se Zaire com (151), Benguela (53), Huambo (51), Cabinda (51).
Seguem-se ainda as províncias do Cuanza-Norte com (36) recuperados, Bié (32), Bengo (8), Huíla (6), Cuanza-Sul (5), Moxico (5), Cunene (3), Lunda-Sul (2), Lunda-Norte (1), Namibe (1), Uíge (1), e Malanje (1). 

Os dados foram avançada ontem, em Luanda, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava no encontro com o jornalistas para apresentação do balanço da situação epidemiológica no país.
289 novos infectados
Um total de 289 novos infectados de Covid-19 foi registado nas últimas 24 horas, sendo 156 em Luanda, 62 em Malanje, 41 no Zaire, 17 no Cunene, 11 em Benguela e dois no Cuando Cubango. 

Franco Mufinda realçou que, dos novos casos positivos, 210 são homens e 79 mulheres, com idades compreendidas entre dois e 80 anos. Com estes números, o cumulativo de casos confirmados subiu agora para 10.558.
Ontem, mais quatro pessoas morreram de Covid-19, sendo que entre as vítimas estão três homens e uma mulher, cujas idades variam entre dois meses e 75 anos, todos residentes em Luanda, contabilizando 279 mortos devido a pandemia que assola o país desde Março último.   

Províncias com óbitos

O boletim informativo do Ministério da Saúde que espelha os dados da pandemia, indica que Luanda lidera também em número de óbitos, ao registar até à data, 244 mortes, seguindo-se Benguela (13), Huíla com (9) e Cuanza-Sul (2).
Entre as províncias com casos de óbitos de Covid-19 estão ainda Huambo (2), Cuando Cubango (2), Bengo (2), Uíge (1), Cabinda (1), Cuanza-Norte (1) e Namibe (1), respectivamente.
De acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, o número de pessoas activas com a doença subiu para 6.172, destes, 16 estão em estado crítico (0,3%), 29  grave (0,5%), 151 moderados (2,4%), 427 leves (6,9%) e 5.549 assintomáticos (89,9%).

Nas últimas 24 horas, foram processadas 2.352 amostras por RT-PCR (289 positivas e 2.063 negativas), com uma taxa de positividade de 12,3%. O cumulativo de amostras processadas por RT-PCR é de 155.153 (10.558 positivas e 144.595 negativas), com uma taxa de positividade de 6,8%.
Em relação às altas na quarentena institucional, nas últimas 24 horas, foram dadas 58, sendo 50 no Cunene, sete em Luanda e no Cuando Cubango.
A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psicossocial assistiu 27 pessoas (19 utentes e 8 técnicos).Um total de 166 famílias dos utentes e outras 34 pessoas foram atendidas através da Linha de Apoio Psicológico.
O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 179 chamadas, todas foram pedidos de informação da pandemia.

Actividades nas províncias

Quanto às actividades desenvolvidas pelas províncias no âmbito do combate à Pandemia, destaque para Moxico, que acolheu palestras de sensibilização sobre as medidas de prevenção da doença, nos bairros 11 de Novembro, kapango, Km 5, Real e Social da Juventude e mercado do Caimbundji.
Na Lunda-Norte foi feita a colheita de duas amostras de casos suspeitos de Covid-19, no Município de Chitato. Em Malanje foram colhidas 97 amostras de casos suspeitos e 50 no Namibe.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade