Política

Angola assume Conselho de Provedores de Justiça para África

A provedora de Justiça de Angola, Antónia Florbela Araújo, foi eleita esta sexta-feira (22) ao cargo de directora do Conselho para África do Instituto Internacional dos Ombudsman (Provedores de Justiça).

22/10/2021  Última atualização 16H01
Provedora de Justiça, Florbela Araújo © Fotografia por: DR

Antónia Florbela Araújo foi eleita com oito votos a favor, nenhum voto contra e nenhuma abstenção, para ocupar uma das duas vagas, cujo anúncio dos resultados foi feito hoje em cerimónia realizada por vídeo-conferência e contou com a participação dos provedores de Justiça de várias partes do mundo.

Angola concorreu as eleições do Instituto Internacional dos Provedores de Justiça ao lado do Sudão, Quênia, Etiópia e África do Sul.

Após a divulgação dos resultados Antónia Florbela Rocha Araújo agradeceu aos coordenadores do pleito pelo alto nível organizativo, destacando também que o processo de votação terminado no passado dia 20 ditou o resultado que atribui à Angola uma das duas vagas de Directores do Conselho do IOI para África.

Angola foi admitida como membro votante do IOI no decurso do presente, por isso, pretende, não só dar o seu contributo para a dinamização desta organização, sobretudo em África, como pôr à disposição a sua experiência adquirida desde a institucionalização da figura do Ombudsman no país, rematou a Ombusdan angolana.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política