Política

Analisadas ameaças ambientais

A tripulação do navio da Marinha dos Estados Unidos da América USS Hershel “Woody” Willliams debateu, ontem, em Luanda, com mulheres de vários sectores da sociedade, temas ligados às ameaças ambientais, pesca ilegal, pirataria, terrorismo, limpeza e os recursos marítimos disponíveis.

10/09/2021  Última atualização 07H55
© Fotografia por: DR
Sob o lema "Mulheres, Paz e Segurança”, a mesa redonda, conduzida pela tripulação do navio americano, que se encontra atracado, desde 7 de Setembro, no Porto de Luanda, destacou o papel das mulheres no contexto da paz e segurança marítima.

O tenente-coronel Caleb Slayton, adido militar adjunto da Embaixada dos EUA, disse estarem satisfeitos com o apoio do Governo para o sucesso da missão conjunta, salientando que os angolanos deviam orgulhar-se do nível de prontidão e o grau de profissionalismo da sua Marinha de Guerra.Caleb Slayton acrescentou que a visita, mais do que reforçar a parceria marítima com Angola, vai ajudar, através do trabalho conjunto, a melhorar a segurança marítima e a protecção na região. "Angola deve aproveitar ao máximo essa oportunidade, que serve para aumentar as nossas relações bilaterais e as multilaterais neste domínio”, disse.

A vinda do USS Hershel "Woody” Willliams marca a primeira visita de um navio dos EUA a Angola desde 2015 e serve como um símbolo da estreita cooperação militar entre os dois Estados. A visita permitiu a marinheiros e fuzileiros navais norte-americanos e angolanos trocarem experiências e conhecimentos técnicos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política