Sociedade

Analfabetismo abrange cerca de 24% de maiores de 15 anos

Alberto Quiluta

Jornalista

Cerca de 24 por cento da população maior de 15 anos, em Angola é ainda analfabeta, revelou, sexta-feira, na cidade de Marraquexe, Reino de Marrocos, o director nacional da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

20/06/2022  Última atualização 09H20
© Fotografia por: DR
Evaristo Pedro, que falava na VII Conferência Internacional de Educação de Adultos (CONFINTEA), que decorre sob o lema, "A Educação para Cidadania: Em-poderando Adultos para a Mudança”, salientou que este problema do analfabetismo afecta mais de 700 milhões de jovens e adultos no mundo.

Em Angola, referiu que, apesar dos números serem altos, o país tem conseguido avanços com a política pública de combate ao analfabetismo e a implementação da Educação de Jovens e Adultos.

Evaristo Pedro realçou que esses progressos na redução dos índices de analfabetismo, têm muito a ver com o envolvimento de vários actores sociais no processo, depois de aprovado o programa, através do Decreto Presidencial nº257/19, de 12 de Agosto.

O responsável lembrou que, com a aprovação do Plano de Acção para a Intensificação da Alfabetização e da Educação de Jovens e Adultos, os únicos constrangimentos prendem-se com as consequências da pandemia da Covid-19 e crise económica mundial.

Quanto à participação na CONFINTEA, o director nacional sublinhou que o país espera estreitar os laços de cooperação com as principais organizações internacionais que actuam na EJA, com realce para a assessoria no âmbito da formação de formadores, Desenvolvimento Curricular para a EJA e o reforço da Capacidade Institucional.

Participam da Conferência Internacional de Educação de Adultos todos os países membros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e organizações da sociedade civil de todo o mundo, onde abordaram a problemática da alfabetização e educação de adultos.

A Conferência Internacional de Educação de Adultos, segundo a nota, é realizada em cada 12 a 13 anos, desde o final da década de 1940, sendo que a primeira conferência foi realizada, em 1949, em Elsinore (Dinamarca), seguida por Montreal (Canadá) em 1960, Tóquio (Japão) em 1972, Paris (França) em 1985, Hamburgo (Alemanha) em 1997 e Belém (Brasil), em Dezembro de 2009.

 


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade