Sociedade

Amotrang leva preocupações ao Governador de Luanda

Uma delegação da Associação dos Motoqueiros e Transportadores de Angola (Amotrang) foi, esta terça-feira, recebida pelo governador de Luanda, Manuel Homem, para apresentar as principais preocupações dos mais de 100 mil filiados inscritos na capital.

30/11/2022  Última atualização 06H05
Amotrang leva preocupações ao governador de Luanda © Fotografia por: DR

À saída do encontro, o presidente da Amotrang, Bento Rafael, explicou ter apresentado várias questões que afligem os filiados, entre os quais, certas medidas constantes no Decreto Presidencial, que regula a actividade de moto-táxi, que proíbe o exercício daquela actividade na zona urbana.

Bento Rafael salientou que essa proibição está a causar desconforto aos filiados, pelo que se deve encontrar uma forma de, em conjunto, ultrapassar a situação, uma vez que os moto-taxistas são chamados de várias comunidades para transportar passageiros à cidade de Luanda.

Por isso, o presidente da Amotrang pediu ao governador Manuel Homem a integração de alguns membros da associação, com elevada experiência administrativa, nas Administrações Municipais de Luanda.

Sublinhou que a Amotrang pretende que os filiados sejam subdivididos em classes, com dias determinados para circular em determinadas zonas da capital.

Explicou que o indivíduo da classe A seria aquele que tem todo o domínio do Código de Estrada e documentos legalizados, enquanto os das classes B e C os que precisariam aperfeiçoar conhecimentos sobre a legislação rodoviária e, por isso, teriam zonas determinadas para circulação.  Bento Rafael entende que se pode, internamente, adoptar nas localidades, bairros e comunas encontrar mecanismos próprios para o cumprimento do Decreto, que regula a actividade e evitarem as complicações com a Polícia.

O presidente da Amotrang considerou que o governador de Luanda se mostrou aberto ao diálogo, de forma a encontrar a melhor forma de ajudar a associação a mitigar certas preocupações dos filiados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade