Regiões

Água potável chega a duas mil famílias do município de Ekunha

Juliana Domingos| Huambo

Jornalista

Mais de duas mil famílias do município da Ecunha, província do Huambo, vão beneficiar, nos próximos dias, de um sistema de produção e distribuição de água potável, equipamento social construído no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

06/05/2022  Última atualização 10H30
Habitantes do município de Ecunha e outras localidades do Huambo consomem mais água © Fotografia por: Arimateia Baptista ! Edições Novembro

O presidente do Conselho de Administração da Empresa Provincial de Águas do Huambo, Adolfo Elias, avançou que decorrem os trabalhos de ensaios e formalização de contratos, para que, ainda esta semana, o empreendimento seja entregue à população da Ekunha.

O responsável frisou que o sistema tem a capacidade de bombear 150 metros cúbicos de água por hora, e foram criadas todas as condições técnicas para ser inaugurado depois de feitos vários ensaios.

A administradora municipal da Ekunha, Guilhermina Bacia, considerou que o PIIM tem estado a ajudar na expansão e melhoria da actual rede de distribuição de água à circunscrição.

Guilhermina Bacia disse que o empreendimento está a ser instalado de acordo com as perspectivas de crescimento populacional da região e tem como propósito melhorar as condições sociais das populações das periferias.

A administradora avançou que o programa de reforço de abastecimento de água aos bairros periféricos da vila vai ser extensivo a outras localidades, por constar entre as prioridades do governo local, no quadro PIIM.

Com a concretização deste projecto, enfatizou a responsável administrativa, a população deixa de consumir água proveniente dos rios, evitando, assim, o surgimento várias doenças de fórum hídrico.

Além dos projectos no sector das Águas, Guilhermina Bacia acrescentou que outras iniciativas estão a ser desenvolvidas  no meio rural, pelo Governo Provincial do Huambo, com destaque para o fornecimento de energia eléctrica, fomento da actividade comercial e expansão da rede sanitária.

No quadro do mesmo projecto, a administradora municipal de Ecunha avançou que estão a ser construídos, ainda dentro deste ano, vários chafarizes a nível dos bairros para a distribuição de água potável, interligados com torneiras em quintais.

A responsável acredita, ainda, que "com a implementação destes projectos ficam para trás os tempos em que as populações tinham de percorrer longas distâncias à procura de água potável”.

Guilhermina Bacia pediu maior colaboração da população na conservação dos bens e na denúncia de quem  vandaliza tais serviços públicos.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões