Regiões

Água potável chega a 30 mil famílias

José Chaves | Calussinga

Jornalista

Mais de 30 mil famílias residentes em diversos bairros da cidade do Lubango deixaram de percorrer longas distâncias em busca de água potável, fruto do Programa de Distribuição Gratuita, que arrancou há, sensivelmente, três semanas a cargo da Empresa de Água e Saneamento da Huíla.

27/04/2020  Última atualização 11H09
Estanislau Costa | Edições Novembro © Fotografia por: Camiões-cisterna levam água a vários bairros do Lubango

A responsável da empresa, Domingas Tchicusse, informou ao Jornal de Angola que o aludido programa está a dar prioridade às zonas perifericas que não foram contempladas nos projectos de Instalação de Rede de Distribuição e Contadores Financiados pelo Banco Mundial (BM).

Domingas Tchicusse disse que diriamente são distribuidos 500 mil litros nas zonas da Mitcha, Mapunda, Ferrovia, Tchioco, A Luta Continua, Eywa, Nambanbe, Valódia, entre outras localidades da capital da província.
Segundo a responsável, as famílias que habitam nas comunas da Quilemba, Huíla e Arimba, também estão a ser beneficiadas. Devido ao estado degradado das estradas que dão acesso a estas zonas, a distribuição de água está a ser feita através de motas com tanques de 400 litros.
“Nos bairros que não existem reservatórios, as populações têm de levar recipientes aos centros de abastecimento”, disse Domingos Tchicusse, acrescentado que o programa conta com 21 camiões-cisternas e dezenas de tanques de cinco mil litros e com o apoio de várias empresas privadas.
Na óptica da responsável , as chuvas que estão a cair com regularidade nesta época, favorecem o aumento do caudal dos rios e consequentemente o sucesso do Programa de Abastecimento de Água às Populações. “As estações de captações e tratamentos da Nossa Senhora do Monte e da Tundavala estão em condições de abastecer os camiões cisternas, e não só, por tempo indeterminado”, sublinhou, realçando que “a qualidade da água corresponde aos padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS)”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões