Economia

AGT prevê arrecadar 20 milhões no Posto Fronteiriço “Marco-28”

O chefe de Departamento de Serviço Aduaneiro da sétima região da Administração Geral Tributária, Camilo Savita, disse que a instituição prevê arrecadar 20 milhões de kwanzas/mês no posto fronteiriço “Marco-28”, recentemente reaberto.

06/08/2022  Última atualização 07H10
© Fotografia por: DR

O posto transfronteiriço do Marco-28 é de importância estratégica na arrecadação de receitas fiscais na Lunda- Norte, por ser o centro logístico dos municípios da zona sul (Cuilo, Caungula, Lubalo, Cuango, Xá-Muteba, Capenda Camulemba) e da província do Cuango (República Democrática do Congo/RDC).

Esta rota internacional, que esteve suspensa desde 2020, devido à pandemia da Covid-19, serve de abastecimento de produtos alimentares, combustível e material de construção, do país para a RDC e vice-versa.

Acrescentou que a AGT está a trabalhar na criação de condições técnicas e tecnológicas para a acomodação dos quadros e asseguramento do controlo das receitas nos postos fronteiriços da Lunda-Norte.

A província da Lunda- Norte partilha 770 quilómetros de fronteira terrestre e fluvial com a República Democrática do Congo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia