Especial

“Agostinho Neto é símbolo da luta pela liberdade”

Lourenço Bule | Menongue

Jornalista

A ministra de Estado para Área Social, Carolina Cerqueira, considerou, ontem, em Menongue, que o primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, além de ser o maior símbolo da luta pela liberdade e autodeterminação, é também expoente da cultura angolana.

18/09/2021  Última atualização 08H25
Carolina Cerqueira representou o Presidente João Lourenço no acto central do 17 de Setembro © Fotografia por: Lourenço Bule | Edições Novembro
Com efeito, Carolina Cerqueira, que discursava no acto central do Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional, defendeu que as novas gerações se revejam no pensamento de Agostinho Neto, para que saibam "reforçar a identidade nacional e preservar a genuína idiossincrasia dos angolanos, nos mais variados domínios”.

Insistiu que os ensinamentos de Agostinho Neto devem continuar a ser seguidos, o que implica estarmos atentos aos anseios e expectativas de todos os cidadãos, "apontando-nos um caminho que nos faz passar mais próximos das áreas do desenvolvimento humano”.

A ministra de Estado referiu-se, igualmente, ao sistema democrático, no qual, disse, o povo deve ser o ponto de partida e de chegada das políticas públicas que o Estado executa.

"As políticas públicas têm levado o Executivo angolano a estabelecer várias parcerias com os mais variados sectores da sociedade, quer sejam sindicatos, igrejas e organizações que representam os cidadãos que participam indirectamente na programação e execução das acções implementadas”, disse.


Resolução dos problemas
Carolina Cerqueira referiu-se a um dos slogans mais conhecidos de Agostinho Neto, segundo o qual "o mais importante é resolver os problemas do povo”. Para a governante, resolver os problemas do povo "implica apostar no desenvolvimento humano e nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Numa altura em que o país está engajado na diversificação da economia, disse ser importante reter o pensamento de Agostinho Neto segundo o qual "a agricultura é a base e a indústria o factor decisivo”.  Com este pensamento, referiu, o Executivo angolano continua a priorizar o investimento no sector agrícola, industrial e aposta no emprego estável, enquanto factores que promovem o bem-estar das famílias.

Carolina Cerqueira sublinhou que as iniciativas do governo do Cuando Cubango durante a jornada comemorativa do Dia do Herói Nacional deram um grande realce à agricultura, através do relançamento das culturas e a mecanização agrícola.
"Esta acção demonstra o investimento que está a ser feito para o relançamento da agricultura e a promoção do emprego, para a garantia do desenvolvimento durável e a estabilidade social”, sustentou a ministra, para quem apostar no emprego estável é um investimento seguro para as gerações mais novas.


  Executivo apostado na Educação e Saúde

Tal como defendia o primeiro Presidente de Angola, o Governo considera os sectores da Educação e da Saúde como vitais para o desenvolvimento do país, disse a ministra de Estado para Área Social. Estes sectores, segundo Carolina Cerqueira, têm saltado para o topo das preocupações do Executivo, sob a liderança do Presidente João Lourenço, que tem dado maior atenção às políticas mais importantes nestes domínios.

Com efeito, sublinhou, a educação e a saúde têm sido áreas prioritárias de investimento, estando contempladas em programas como o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), em execução nos 164 municípios do país. O governador do Cuando Cubango considerou que um outro exemplo da concretização do espírito de Agostinho Neto tem sido a execução do PIIM.

Júlio Bessa garantiu que com o PIIM, o Cuando Cubango terá, nos próximos meses, muitos dos actuais problemas resolvidos, com realce para questões ligadas ao investimento no capital humano em determinados sectores e em infra-estruturas escolares, hospitalares, administrativas e outras que dão corpo a uma carteira de 121 projecto aprovados, dos quais metade já adjudicados.


Reinauguração do BNA

Para celebrar o 99º aniversário natalício do Fundador e Herói da Nação, a ministra de Estado para Área Social, reinaugurou o edifício da delegação regional do Banco Nacional de Angola (BNA) em Menongue, devidamente renovado e apetrechado com tecnologia de ponta.

O vice-governador do BNA, Manuel Tiago Dias, explicou que o edifício vai permitir maior facilidade aos bancos comerciais, através de levantamento de numerários e depósitos. Ainda ontem, Carolina Cerqueira procedeu ao lançamento da primeira pedra para a concepção e reabilitação do sistema de tratamento de água em alguns bairros da cidade de Menongue e fez o descerramento do busto de Agostinho Neto, no largo com o mesmo nome.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Especial