Regiões

Agente do SIC morto ao perseguir foragido

Victor Mayala | Soyo

Jornalista

Um agente do Serviço de Investigação Criminal (SIC), no município do Soyo, província do Zaire, identificado por António V. Cortesão, foi encontrado morto, por volta das 2h00 de quarta-feira, vítima de um disparo, quando perseguia um cidadão que se evadiu de uma cela.

09/09/2021  Última atualização 09H10
Investigação Criminal perde efectivo em pleno exercício laboral © Fotografia por: Edições Novembro
O chefe do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa (GCII) da Delegação Municipal do Ministério do Interior, no Soyo, 3º subchefe de migração Sérgio Afonso, explicou que dados preliminares indicam que o disparo que vitimou o agente terá sido efectuado com a pistola que a própria vítima usava.

O caso deu-se no interior do bairro Nkungua-Yenguele, periferia da cidade do Soyo, onde o prófugo era perseguido, referiu Sérgio Afonso. "O agente esteve, na altura, mais adiantado que um outro colega da Unidade de Viação e Trânsito, e ao aproximar-se encontrou o cadáver do companheiro”.

O chefe do GCII explicou que a pistola também foi encontrada no local onde esteve estatelado o corpo do agente do SIC.Em função disso, Sérgio Afonso avançou que, neste momento, decorrem diligências investigativas, para a localização do fugitivo e esclarecer-se melhor o sucedido.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões