Desporto

Afrobasket´2021: Angola defronta Eslováquia hoje no Torneio de Matosinhos

Anaximandro Magalhães

Jornalista

Em busca de forma desportiva, visando a disputa do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket´2021, Angola estreia-se hoje, às 18h30, diante da Eslováquia, na I edição do Torneio Internacional de Matosinhos, a decorrer até 24 deste mês, na cidade do Porto, Portugal.

22/07/2021  Última atualização 08H00
Técnico Josep “Pep” Clarós aproveita ensaiar está noite novas nuances defensivas e ofensivas © Fotografia por: José Cola | Edições Novembro
Sem histórico de jogos entre ambas e com poucos dados disponíveis para melhor abordagem em relação ao adversário, importa referir que as duas selecções vão registar esta noite os primeiros números nos anais da modalidade.
O palco da partida é o Centro de Congressos e Desportos de Matosinhos, mas não contará com a presença de público nas bancadas devido às medidas restritivas adoptadas pelo Governo português de combate à propagação da pandemia da Covid-19.

Apesar de separadas por 30 posições na tabela do ranking da Federação Internacional de Basquetebol Associado (FIBA), Angola, 33ª com 336,7 pontos e Eslováquia, 63ª com 151,7, ainda assim, recomenda-se prognóstico reservado na atribuição de favoritismo.
Portanto, a probabilidade de vitória entre as referidas selecções é equitativa. Por se tratar de um desafio de carácter amistoso, para os técnicos, o resultado certamente deverá interessar menos que a interpretação dos diagramas técnico-tácticos ministrados ao longo das sessões de treino.  

Rigor defensivo e eficácia ofensiva devem ser, tudo indica, algumas das premissas do seleccionador nacional Josep "Pep” Clarós.   
Clarós e pupilos vão querer começar a competição com triunfo sobretudo por- que ganhar só traz vantagens e permite elevar o moral da equipa cujo propósito é resgatar o título do Afrobasket, a disputar-se de 24 de Agosto a 5 de Setembro, na cidade de Kigali, Ruanda. 

Pela Selecção Nacional podem alinhar Childe Dundão ou Hermenegildo Santos (bases), Jacques da Conceição, Joshua Kashila, Carlos Morais, Gerson "Lukeny” Gonçalves e Pedro Bastos (extremos-bases), Edson Ndoniema, Mohamed Malick Cissé e Glofate Buimba (extremos), Leonel Paulo e Alexandre Jungo (extremos-postes), Aboubakar Gakou, Eduardo Mingas, Yanick Moreira, Jone Pedro, Jilson Bango e Teotónio "Dó” (postes).
Ontem, na abertura do torneio, Portugal defrontou a Eslováquia. No entanto, não foi possível apurar o resultado pelo adiantar da hora do fecho desta edição.


Sílvio e Bruno
De fora continuam o extremo-poste Sílvio Sousa e o poste Bruno Fernando, este último atleta dos Atlanta Hawks da NBA, equipa que jogou e perdeu nas meias-finais do play-off da Conferência Este, frente aos Philadelphia 76ers.
Em declarações ao Jornal de Angola, o presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Moniz Silva, questionado sobre quando Bruno Fernando, em gozo de férias em Luanda, irá integrar os trabalhos da selecção, respondeu: "não sei”.

 Angola integra o Grupo A do Afrobasket, ao lado da República Democrática do Congo (RDC), Ruanda, país anfitrião e Cabo Verde, cujo apuramento saiu das eliminatórias do Grupo "E”.
 Na Série B estão a Tunísia, República Centro-Africana (RCA), Egipto e Guiné-Conacry. Nigéria, Costa do Marfim, Mali e o Quénia partilham o Grupo "C”.   
Por seu turno, Senegal, Camarões, Sudão do Sul e Uganda, estão na Série D.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto