Regiões

Afectados pela estiagem beneficiam de mais apoio

O Gabinete Provincial do Cuando Cubango da Acção Social e Igualdade de Género recebeu do ministério de tutela 61 toneladas de produtos de primeira necessidade para apoiar as mais de 350 mil pessoas afectadas pela estiagem nos nove municípios que compõem a província.

10/05/2019  Última atualização 08H05
DR © Fotografia por: Afectadas pela seca beneficiam de toneladas de bens

Em declarações ao Jornal de Angola, a directora do Gabinete Provincial da Acção Social e Igualdade de Género, Maria Camué, disse que do donativo fazem parte produtos como arroz, açúcar, massa, óleo alimentar, feijão, sal, conservas e sabão, entre outros meios.
Realçou que os produtos são insuficientes para satisfazer as necessidades das mais de 350 mil pessoas, correspondentes a 70 mil famílias afectadas pela estiagem a nível da província do Cuando Cubango.
A directora do Gabinete Provincial da Acção Social e Igualdade de Género acrescentou que se aguarda, nos próximos dias, a chegada de mais produtos ao Cuando Cubango.
Maria Camué sublinhou que neste momento os municípios mais afectados pela estiagem são o Cuangar, Calai, Dirico e Rivungo, por se encontrarem numa área afecta ao deserto do Kalahari, onde as temperaturas podem atingir os 40 graus Celsius.
Salientou que constitui uma grande preocupação do Governo da província e em particular do sector que dirige apoiar as mais de 350 mil pessoas que se encontram a viver em situação de extrema pobreza, devido à falta de chuva.
“Urge a necessidade de mobilizarmos todos os meios necessários e fazê-los chegar, o mais rápido possível, às famílias sinistradas a nível dos nove municípios da província”, defendeu. Segundo Maria Camué, os meios que a sua instituição está a receber fazem parte da lista de necessidades que o Governo local apresentou, aquando da visita do secretário de Estado para a Reinserção Social, Lúcio do Amaral, no mês passado, para avaliar a situação da estiagem. Durante três dias de trabalho no Cuando Cubango, Lúcio do Amaral visitou alguns campos agrícolas afectados pela seca, nos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale e Cuchi, onde os camponeses perderam toda a produção, por causa da estiagem.

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões