Política

ADRA quer elegância nos discursos políticos

O oficial de programas do Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia, Onésimo Seteculo, apelou, este domingo, em Cacuaco, Luanda, os actores políticos a pautarem por discursos harmoniosos durante a campanha e período pós-eleitoral, para que o país continue a viver um ambiente de paz e estabilidade.

09/05/2022  Última atualização 07H10
© Fotografia por: DR

Onésimo Seteculo, que falava na abertura do seminário de capacitação sobre Monitoria de Intolerância Política, promovido pela Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), com o objectivo de contribuir para um ambiente pacífico durante a competição política na campanha eleitoral, sublinhou a necessidade de os políticos

promoverem discursos ponderados, como forma de se controlarem os ânimos.

"A sociedade caminha, em vários aspectos, para um ambiente de intolerância, e, no nosso entender, um país só prospera se os seus cidadãos conseguirem reconhecer os vários entes que concorrem para a harmonização da sociedade", argumentou.

De acordo com Onésimo Seteculo, a campanha eleitoral ainda não foi aberta, tendo em conta o ordenamento jurídico que prevê a  abertura 30 dias antes das eleições, mas já se nota uma intensa actividade política com o objectivo de motivar os eleitores.

Durante esse período, referiu que falta domínio em alguns políticos, que proferem discursos com emoção exagerada, chegando a ofenderem o eleitorado com o uso de palavras obscenas e inapropriadas. "A democracia é uma festa, mas tem regras que devem ser cumpridas por todos, e os políticos não devem ser excepção", frisou o oficial do Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais.

Maiomona Artur

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política