Opinião

Adeus, Covid-19, paz à tua alma!

Prezado Senhor! Não o conheço, mas esta carta é confidencial e secreta. Asseguro-lhe que a escrevo num bunker, no mais absoluto sigilo e sem testemunhas oculares.

20/11/2022  Última atualização 07H47
Também confesso que tomei esta decisão depois de vê-lo pela TV, em tamanho gigante, onde apareceu dez vezes maior do que a cabeça do apresentador do programa e quase fazendo "O Sol tremer de frio...!”

Essa de "Ver o Sol a Tremer de Frio” é uma frase célebre do meu falecido pai que retive desde a infância e significa arrepender-se de ter "nascido”!

Mas, esteja descansado. O meu pai morreu há 40 anos, mas não foi infectado por nenhuma das suas conhecidas estirpes e variantes, senhor Coronavírus!

Se lhe conto este episódio da minha vida familiar, não é por intimidade, nem bajulação, mas, unicamente, pelas três seguintes razões que vai entender:

Primeiro, o Sol transmite a Vitamina-D que reforça a imunidade humana contra a sua ameaça de morte;

Segundo, aprendi com o meu pai a nunca fazer inimigos, a dialogar e a desfazer equívocos, mas quando tal não acontecia, ele me ensinava a desafiar adversários como você num frente à frente,  mostrando a cara e a esmagá-lo com argumentos pacíficos e assertivos!;

Em terceiro lugar, quero lhe dizer francamente que não foi você quem matou o meu pai, e por isso, não pense que tenho medo de morrer infectado como fez a muitas vítimas... E digo mais: não me assusto com a sua cara redonda e gordurenta cheia de espinhos pontiagudos apontados em todas as direcções! Saiba por isso que só lhe escrevo porque estou disposto a enfrentá-lo com as mãos limpas, muita disciplina e autoconfiança...!

Saiba, portanto, que a sua invisibilidade não me amedronta e que eu não vou tremer se você me aparecer à frente!

Responda já à seguinte pergunta:

- Quer conversar agora?

- ...?! -, silêncio.

- Bom, não quer dialogar, já vi que também é um autoritário fanfarrão e não gosta de negociar, mas vai ouvir: acabou a brincadeira! Eu sei que você só quer nos "confundir”, como dizem os pés descalços aqui na minha cidade, onde a temperatura do Sol e a sede na garganta sem água é o que mais nos castiga. Também sei que há muita gente a cair no seu jogo, procurando supostos inocentes e culpados pela propagação deste vírus. Nessa conversa de taberna, eu não entro, mas se você quiser falar, dou-lhe mais uma possibilidade para responder. Eu sou um ser humano e acredito ter sido criado por Deus. E você é deus ou é diabo? Diga quem lhe criou e quem lhe meteu em contacto com a primeira vítima...? Ouviu...? Vai falar, ou não?!

- ...!? –, o COVID-19 não se mexe.

- OK. Já percebi o suficiente. Você faz todos tremer de frio e faz Guerra Fria, como nos anos 70’s, é? Esqueceu que estamos no sec. XXI e que ninguém quer uma nova guerra mundial? Ou considera que "Isto não é bem assim…?”

Ah!, é Guerra Económica!? Conseguiu afectar a economia mundial...?! Você é contra o capitalismo? Alguém disse que você veio para acabar com a extrema pobreza, é verdade? Você é comunista ou é extra-terrestre?

- ...?!

- Hein!

- ...?! - É madrugada. Nada se mexe e nada se ouve!

- Quer falar livremente ou quer que lhe puxe a língua? Bom... tenho uma nova proposta para te convencer a negociar comigo, sem beijos nem abraços. Vamos fazer um acordo secreto. Ofereço-te  os planos que os humanos aprovaram para te matar e, em troca, tu me vendes os dados de quem te mostrou o caminho para atacares países como a China,  EUA, África do Sul, Angola ..., e por aí fora! É Give& Take, concordas? 

- ?! -, novo silêncio.

- Te ofereço mais: um bom "Gelato italiano”, com imagens da Ada Zanussi! Sei que a conheces e vais gostar! Ou preferes gelatina? Queres ou não...?

De burro não tens nada, canalha! O gelado e a gelatina eram um presente envenenado e tinham espuma de sabão com cloro para te matar!

Aliás, fica a saber que toda a Humanidade está contra ti, mas a fórmula para te liquidar não veio de nenhuma chefia militar da NATO, Estados Unidos nem  da Rússia. Veio de todos os países, povos e indústrias mundiais globalmente unidos pela sua sobrevivência. As armas que te vão destruir são mãos limpas, álcool gel ou água e sabão, máscaras de protecção e muita disciplina estratégica. E agora, já aceitas as conversações? Quem te mandou aqui?

- ...?! -, o COVID-19 continua invisível, mas sinto comichão na boca, nos olhos e no nariz.

- És casmurro, nós somos todos "intocáveis”! Os humanos estão a ser ensinados a não tocar na cara sem lavar as mãos. Não vou perder tempo contigo. Vais ser morto! E, não penses que vais encontrar aliados estrangeiros como no conflito da Ucrânia.

Ouve, "CoronaBurro”! Não foi por mero acaso que te falei de "O Sol a tremer de frio”. Será que tiveste o cuidado de ler  "A Cidade do Sol” do italiano Campanella, antes de atacares o mundo? Ou também és um drone kamikaze, cego, analfabeto e sem cérebro?

Ah, é isso. Não tens cabeça e nasceste para matar? Mas vais ouvir: neste momento estás cercado! Quem te vai matar e te extinguir da Terra não é o poderio bélico nem as bandeiras dos EUA, da China nem da Rússia! O cerco é dirigido por uma coligação internacional formada por: Saúde, Sobrevivência, Solidariedade, Entreajuda, Coragem, Amor à Vida e Esperança na Vitória.

Foste teimoso e agora vais morrer com água e sabão, e sem direito a caixão!

Adeus COVID-19, paz à tua alma!


TazuaryNkeita

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Opinião