Regiões

Actividades inspectivas chegam à província da Lunda-Sul

Kamuanga Júlia | Saurimo

Jornalista

A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar (ANIESA), instalou, ontem, em Saurimo, a sua representação numa das dependências afectas ao Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico Integrado, no centro da cidade.

22/07/2022  Última atualização 08H45
Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar © Fotografia por: DR

Com a sua presença na província da Lunda-Sul, o inspector-geral adjunto da ANIESA garantiu que o SIC e a AGT vão integrar a equipa local, dispensando a presença de técnicos da Saúde, Indústria, Ambiente, Comércio e Turismo e do INADEC.

Cristiano Francisco precisou que a criação da ANIESA forçou a suspensão das actividades inspectivas, para facilitar o ajustamento de mecanismos metodológicos e operacionais, para melhorar os serviços.

Referiu que como entidade reguladora às actividades económicas, inicia a  sua actividade, na província, com brigadas multidisciplinares, anteriormente  afectas à inspecção, dos gabinetes do Comércio, Indústria, Ambiente e Turismo.

Na sua acção, a ANIESA conta com a participação do SIC e AGT, para reforçar o combate  e a especulação de preços de produtos  em vários estabelecimentos comerciais.

Lembrou que "todos os trabalhadores vinculados às inspecções passam à  tutela da ANIESA, na mesma condição, regime e categoria exercidas na instituição de proveniência”.

Numa primeira fase, acrescentou,  a empreitada vai contar com inspectores de sectores extintos, controlados pelo Gabinete de Desenvolvimento Económico Integrado, nas vestes de coordenador. Em relação à falta de instalações próprias, remeteu  a responsabilidade ao Governo Provincial,   na sede e nos municípios do interior.

Ao intervir durante a sessão, o director da Inspecção Geral de Trabalho, Abel Fidel, ressalta que a estratégia definida no domínio da inspecção vai melhorar a prestação da actividade económica, garantir segurança alimentar na região, e desafogar o trabalho desenvolvido no passado por vários intervenientes.

Em representação do Gabinete de Desenvolvimento Económico Integrado, a directora em exercício, Vicência Jeremias, considerou importante a presença da ANIESA para dar impulso ao combate de práticas indecorosas no exercício da actividade económica na província.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões