Desporto

Acordo de cooperação tem base financeira assegurada

Armando Sapalo | Dundo

Jornalista

O acordo de intenção de cooperação desportiva assinado, ontem, no Dundo, capital da Lunda-Norte, entre Sagrada Esperança e Boavista FC de Portugal, que visa essencialmente o apoio ao processo de formação técnica, partilha de experiência com vantagens recíprocas, tem assegurada a base financeira para a sua concretização.

21/05/2022  Última atualização 13H30
Equipa da Lunda-Sul, assina acordo de cooperação com o BoaVista de Portugal © Fotografia por: DR
A garantia foi dada pelo vice-presidente para Relações Institucionais e Imprensa do Sagrada Esperança, Bruno dos Santos, subscritor do acordo pela equipa angolana. Pela parte do clube axadrezado luso rubricou a parceria António de Almeida, que responde pela área de Formação.

Bruno dos Santos disse, em declarações à imprensa, que a questão financeira está salvaguardada, tendo em conta que a Endiama, principal patrocinadora do clube, em parceria com a Omatapalo, proporcionou as condições para o vínculo com o Boavista FC. A partir do instrumento, assinado ontem na sede da Fundação Brilhante ( braço social da Endiama), estão asseguradas "as bases financeiras para a concretização do ambicioso projecto" , afirmou Bruno dos Santos.

O dirigente realçou que o acordo representa um importante passo tendente à viabilização das acções inscritas no compromisso entre as direcções dos dois clubes.

O Sagrada tem responsabilidades acrescidas, que visam alargar o âmbito da sua actuação para se conseguir estabilizar, através das acções delineadas no intercâmbio com o Boavista FC, afirmou Bruno dos Santos.

Acrescentou que o clube já possui espaço e infra-estruturas para a implantação de uma academia de futebol , projecto em que a direcção diamantífera espera contar com a larga experiência do Boavista.

Por sua vez, o vice-presidente do Boavista FC, António de Almeida, reiterou que a intenção manifestada pelas partes está voltada, sobretudo, na troca de experiência para a formação de treinadores , médicos, fisioterapeutas, técnicos de tratamento de relva e outros ligados ao futebol profissional do Sagrada Esperança. O dirigente acredita que o clube português, também, vai colher frutos.

Aconselhou a direcção do Sagrada a apostar no futebol de formação , trabalhando com crianças a partir de tenra idade, tendo apontado que o primeiro passo deve, necessariamente, ser a criação e de condições para a construção de campos, preferencialmente, com relva sintética, em função dos custos financeiros.

No acordo, além do envio de atletas da formação ao Boavista FC, prevê também a deslocação de quadros dos escalões de base, do "scouting", organização e gestão desportiva, infra-estruturas e outros para experiência em Portugal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto