Sociedade

Acidentes de viação provocam 88 mortes

André da Costa

Jornalista

Um total de 88 cidadãos morreram em consequência de 315 acidentes de viação, que ocorreram de 28 de Julho até o dia 3 deste mês, informou, ontem, o chefe de Secção de Rádio e Televisão da Direcção de Comunicação Institucional e Imprensa da Polícia Nacional.

09/08/2022  Última atualização 09H50
© Fotografia por: Dr

O inspector-chefe Venâncio Vicente disse, no balanço das ocorrências da semana, que os acidentes provocaram ainda 367 feridos e foram causados por diversas infracções ao Código de Estrada.

Durante esse período, acrescentou, foram apreendidas 97 viaturas, 519 motorizadas, 577 cartas de condução, 372 verbetes, 577 livretes e 575 títulos de registo de propriedade.

Venâncio Vicente destacou ainda que as micro-operações realizadas resultaram na detenção de 584 cidadãos, por cometimento de crimes diversos e na apreensão de seis viaturas  e três embarcações de pequeno porte.

A Polícia Nacional, continuou, deteve, igualmente, outros 624 indivíduos, implicados no cometimento de crimes, dentre os quais 35 por crimes de homicídio voluntário, 165 por roubo, 210 por furtos, 173 por ofensas corporais e 41 por agressão sexual.

Em relação a protecção das fronteiras marítimas e fluviais do país foram detidos 3.140 cidadãos, por contrabando de combustíveis, de mercadorias e por pesca ilegal.

Quanto a Investigação de ilícitos penais, disse, foram instruídos vários processos que resultaram em cinco julgamentos, em processo sumário, assim como na detenção de 598 cidadãos, em Luanda.

 

Bombeiros

O Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros registou durante o final de semana um total de oito mortes, por diversas causas, informou, ontem, o porta-voz da instituição.

O intendente Félix Domingos disse que houve duas mortes por afogamentos, igual número por enforcamento, um por acidente de viação, um por agressão física, um por queimadura de incêndio e outro cujas causas estão por se determinar.

Neste período, disse, 55 cidadãos foram socorridos em hospitais, por padecerem de doenças diversas, assim como foram ainda registadas 27 extinções de incêndios, oito abertura de portas, cinco neutralizações, sendo três por invasão de abelhas, um por derrame de combustível e um por vazamento de gás.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade