Política

Aberto Registo Eleitoral Oficioso no exterior do país

Começou esta segunda-feira, na cidade do Cabo, na África do Sul, actualização do Registo Eleitoral Oficioso dos cidadãos angolanos residentes no exterior do país, em cerimónia presidida pelo ministro da Administração do Território, Marcy Lopes.

17/01/2022  Última atualização 11H57
© Fotografia por: CEDIDA

Na ocasião, o ministro da Administração do Território considerou o acto simbólico e revestido de grande importância, referindo que, pela primeira vez, o processo democrático iniciado "no nosso país” vai permitir que o angolano residente no exterior esteja habilitado a exercer o seu direito de voto.

"A data de hoje entra para a história da nossa democracia como o dia que iniciou-se de facto o processo de actualização do Registo Eleitoral Oficioso no exterior do país”, disse.

De acordo com Marcy Lopes, no exterior do país não será feito o registo presencial, ou seja, não será efectuado a emissão do cartão de eleitor mas apenas o registo Eleitoral Oficioso, mediante a apresentação do Bilhete de Identidade.

O ministro exortou ainda a todos os cidadãos maiores de 18 anos a aderirem ao processo actualizando o registo eleitoral para que possam votar nas próximas eleições gerais.

"Neste processo existe apenas um vencedor "Angola e os angolanos”, enfatizou o ministro da Administração do Território em declarações à Rádio Nacional de Angola.

Bilhete de Identidade

Por sua vez, a embaixadora de Angola na África do Sul, Filomena Delgado, apelou aos angolanos naquele país que não possuem o Bilhete de Identidade a dirigirem-se aos consulados para actualização do documento.

O ministro faz-se acompanhar pelos secretários de Estado das Relações Exteriores, Domingos Vieira Lopes, e da Justiça, Orlando Fernandes.

Estima-se que sejam ao todo 450 mil angolanos no estrangeiro, número que será confirmado com o registo que se estenderá até 31 de Março e o único documento válido para o efeito é o Bilhete de Identidade. 

De recordar que processo decorre até ao dia 31 de Março e o Bilhete de Identidade é o único documento habilitado para o efeito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política