Política

715 processos de peculato e corrupção em instrução

Xavier António

Jornalista

Um total de 715 processos-crime de peculato, corrupção activa e passiva, branqueamentos de capitais, recebimento indevido de vantagens e fraudes ficais corre na Direcção de Investigação e Acção Penal, nos demais órgãos da Procuradoria-Geral da República, Polícia Nacional e nos Tribunais.

15/10/2021  Última atualização 15H58
© Fotografia por: DR

O anúncio foi feito esta sexta-feira (15) em Luanda, pelo Presidente da República, João Lourenço, durante o seu discurso sobre o estado da Nação na Assembleia Nacional.

"Muitos dos arguidos nestes processos já conheceram a condenação em primeira instância aguardando pelo recurso nos tribunais superiores e outros aguardam ainda por julgamento”, avançou o Chefe de Estado.

No ano em curso, sublinhou, a actividade processual do Serviço Nacional de Recuperação de Activos da Procuradoria-Geral da República teve como resultado a apreensão de dinheiro, bens móveis, imóveis e participações sociais em empresas num montante acima de dois mil e 500 milhões de dólares americanos.

"Estes valores reportam-se a patrimónios e bens tais como condóminos residenciais, fazendas agrícolas, empreendimentos turísticos, estabelecimentos comerciais, terrenos, postos de abastecimento de combustível, embarcações marítimas, viaturas e outros bens de luxo, bem como dinheiro em numerário”, detalhou o Presidente João Lourenço.   

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política