Mundo

300 migrantes chegam a Melilla

Pelo menos 300 migrantes de origem subsahariana conseguiram entrar, quinta-feira, em Melilla, ultrapassando a separação fronteiriça com a cidade autónoma espanhola do território de Marrocos.

24/07/2021  Última atualização 04H00
Migrantes de origem subsahariana © Fotografia por: DR
A entrada irregular através da rede que separa os dois territórios é uma das mais numerosas dos últimos anos em Melilla e ocorreu junto do posto de passagem onde se encontram instaladas as autoridades.

De acordo com a agência Efe, alguns migrantes ficaram feridos mas chegaram a caminhar ao Centro de Permanência Temporal (CETI) de Melilla depois de atravessarem vários bairros da cidade.

A unidade de controlo costeiro tunisina resgatou, quinta-feira, 150 migrantes de uma embarcação à deriva na costa da cidade de Zarzis, no mar Mediterrâneo e encontrou 14 pessoas mortas, informou o Ministério da Defesa da Tunísia, citada pela AFP. Segundo a fonte, dentro da embarcação foram ainda encontrados 14 cadáveres que foram transportados pela  Protecção Civil.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo