Cultura

27º Festival de Teatro Acaso marcado pela diversidade

Mais de duas dezenas de espectáculos integram o programa da 27ª edição do Festival de Teatro Acaso, a mais internacional de sempre e uma das mais diversificadas, revelou a organização.

14/09/2022  Última atualização 06H45
© Fotografia por: DR

O festival produzido pelo "O Nariz” - Teatro de Grupo realiza-se de 16 deste mês a 30 de Outubro e envolve 15 grupos de teatro, músicos e outras estruturas de Espanha, França, Bulgária, São Tomé e Príncipe, Estados Unidos e Portugal.

O grupo divulgou que, ao todo, são 22 espectáculos, sessões de cinema e concertos, que acontecem sobretudo em Leiria, mas também na Batalha, Marinha Grande e Porto de Mós, concelhos do distrito de Leiria.

"É uma programação variada, para vários gostos, para várias idades, para quem gosta de descobrir”, explicou à agência Lusa o programador e responsável pelo "O Nariz”.

Segundo Pedro Oliveira, depois de ter resistido à pandemia, o festival debate-se agora com a indefinição provocada pela guerra na Ucrânia.

"Está tudo caríssimo e está tudo parvo. As pessoas estão com os recursos mais limitados e também há a questão da disponibilidade mental e do medo, que bloqueia. Vamos ver o que vai acontecer em termos de afluência de público”.

Por isso, a organização tentou seleccionar "espectáculos diferentes, para chegar a pessoas diferentes”, como alguns formatos pensados para a rua e o convite a companhias internacionais, sintetizou Pedro Oliveira.

A abrir o festival, na sexta-feira, há "Hamster Clown”, um espectáculo retro-futurista e sem texto do encenador Ricardo Neves-Neves e do performer Rui Paixão, que sublimam a mensagem através de efeitos sonoros e visuais. No Teatro José Lúcio da Silva (TJLS), em Leiria, é dado o mote para esta 27ª edição do Acaso.

Depois, no Castelo de Leiria, Teatro do Mar apresenta no sábado um espectáculo de novo circo, "Mutabilia”, e,  no domingo, o TJLS recebe "Outros Mashup”, projecto do MC Rodrigo Brandão com Sun Ra Arkestra. Nesse mesmo dia, mas no Teatro Miguel Franco (TMF), em Leiria, é apresentado uma peça do Centro de Intercâmbio Teatral de São Tomé, "Tchiloli, uma tragédia actual”.

O festival termina a 30 de Outubro, com festa no Espaço Nariz Teatro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura