Desporto

1º de Agosto quer tirar Sagrada do segundo lugar

Amândio Clemente

Jornalista

Com a questão do título arrumada, a expectativa dos adeptos para a disputa da 30ª e última jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2021722, está no desfecho do desafio entre 1º de Agosto e Sagrada Esperança, às 15h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, que vai definir o vice-campeão da época, sem desprimor para os jogos Interclube-Petro de Luanda, Kabuscorp-Progresso, Desportivo da Lunda-Sul-Sporting de Cabinda e Recreativo do Libolo-FC Bravos do Maquis.

28/05/2022  Última atualização 08H00
© Fotografia por: DR

Numa tarde em que o Petro de Luanda vai festejar o regresso do título do Girabola à galeria do Eixo-Viário, depois de longo jejum de doze anos, as atenções dos aficcionados vão estar viradas para o Estádio Nacional 11 de Novembro, onde o campeão destronado, Sagrada Esperança vai procurar conservar o segundo lugar, quando defrontar o 1º de Agosto, naquele que vai ser um jogo de elevado grau de dificuldades para ambos os contendores. Por aquilo que as duas equipas proporcionaram aos adeptos esta temporada, antevê-se uma partida pautada pelo equilíbrio, embora a equipa anfitriã, mais moralizada com os resultados desta ponta final do campeonato, apesar das propaladas dificuldades de caixa, se apresente como favorita, por jogar no seu reduto.

Mas, a equipa diamantífera tem arcaboiço e estofo para jogar "olhos nos olhos” com qualquer adversário e campo, pelo que os pupilos de Roque Sapiri estão em Luanda para discutir os três pontos, que lhes garantem a segunda posição e a consequente presença na próxima edição da Liga dos Clubes Campeões Africanos, pretensão igualmente alimentada pelos anfitriões. Os contendores estão separados por dois pontos, com vantagem para os diamantíferos, que os militares do Rio Seco ambicionam superar.

 Com estes condimentos os adeptos das duas formações vão, certamente, degustar um "apetitoso prato quente”, de desfecho imprevisível, do diversificado cardápio da tarde futebolística.

No 22 de Junho as emoções vão jorrar a granel com o Petro de Luanda a procurar encerrar a fantástica época, apenas uma derrota em 29 jogos, com vitória sobre o Interclube, apesar de jogar em terreno alheio. Os polícias, certamente, não pretendem ser os "bombos” da festa, pelo que vão procurar contrariar, pelo orgulho de jogarem em casa, onde devem supostamente ser eles a mandar. Bom jogo em perpectiva com a balança do favoritismo a recair para os tricolores. Haverá, certamente, muito champanhe depois do jogo, seguindo-se o cortejo automóvel da consagração.

Nos Coqueiros, Kabuscorp e Progresso Sambizanga, já despromovidos jogam para cumprir calendário. No estádio das Mangueiras, o Desportivo da Lunda-Sul recebe o Sporting de Cabinda, com favoritismo para os locais, ao passo que, em Calulo, o Libolo mede forças com o FC Bravos do Maquis, num duelo que se antevê equilibrado. O Girabola'2021/22 fecha as cortinas, amanhã, com os jogos Cuando Cubango-Sporting de Benguela, Recreativo da Caála- Académica do Lobito e Desportivo da Huíla-Wiliete Sport Clube.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto