Desporto

1º de Agosto antecipa conquista do campeonato

Silva Cacuti | Benguela

A equipa sénior masculina de andebol do 1º de Agosto conquistou, ontem, o 43º Campeonato Nacional da categoria, disputado no Arena Acácias Rubras, em Benguela, após derrotar a similar do Interclube, por 23-21, na segunda de três partidas para o “play-off” da final.

21/05/2022  Última atualização 08H20
© Fotografia por: Agostinho Narciso | Edições Novembro

Ao vencerem os dois primeiros jogos (no primeiro a vitória foi por 24-18), os agostinos prescindiram do último e mandaram os "polícias" mais cedo para casa, e sem qualquer galardão.

A equipa ergue assim o 29º troféu do seu historial, enquanto Filipe Cruz, treinador militar, eleva para seis as vitórias pessoais nas últimas oito finais consecutivas diante de José Pereira "Kidó”, timoneiro da equipa afecta ao Ministério do Interior.

A vitória do 1º de Agosto partiu do "gabinete”, quando a direcção decidiu regularizar as contas com os atletas, antes da disputa do campeonato. O conjunto ligado às Forças Armadas Angolanas saía de derrotas consecutivas no campeonato provincial, diante do Interclube. Em Benguela, a equipa ressentiu o "estímulo” e ganhou alegria na forma de jogar. Em véspera dos jogos da final, Filipe Cruz já tinha alertado: "a nossa motivação é diferente da que tivemos no campeonato provincial”.

O jogo em si foi diferente do primeiro, porque o Interclube apresentou-se mais solto e levou o equilíbrio no marcador até ao intervalo, quando o marcador estava em 11-10 para os agostinos.

As equipas desceram à quadra com a mesma disposição e sistemas tácticos semelhantes ao primeiro jogo. O Interclube defendia no 6X0, com dois pivots, enquanto Filipe Cruz manteve o 5X1 defensivo. Otiniel Pascoal, Vlademiro Paulo, Yahosa e  Feliciano Coveiro jogavam em harmonia, como uma banda em cortejo militar. Giovani Muachissengue, veterano de 38 anos, exibia juventude na baliza militar.

Os militares pautaram o jogo nos dois golos de diferença e chegaram aos 16-13. O diferencial espevitou o jogo do Interclube, que trabalhou para o anular e chegou ao empate, 16-16. Vivia-se o momento crucial do jogo. Ariel Simões, na baliza do Interclube, frustrava os ataques agostinos. Filipe Cruz barafustava contra a actuação da arbitragem e foi admoestado com cartão amarelo. Os ataques seguintes a vantagem militar voltou, 18-16, enquanto Giovani fazia o seu show na baliza.

O relógio corria para o mi-nuto 60, enquanto se esfumavam as esperanças do Interclube. Filipe Cruz banhou em plena quadra com o champanhe da vitória.

Fechadas as cortinas do 43º Campeonato Nacional, hoje, há jogo para as eliminatórias da Taça de Angola. O Interclube joga, no Arena Acácias Rubras, diante do Mora Sport do Virei. O 1º de Agosto vai defrontar a Banca, em Luanda.

Ivo Mateia, jogador do Nacional de Benguela, foi o melhor marcador. Apontou 60 golos. Valdemiro Paulo recebeu o prémio de MVP. O Sporting de Cabinda conquistou o prémio de equipa "Fair Play”.

Eis como ficou ordenada a classificação:  1º de Agosto;  Interclube, Interclube "B”,  Sporting de Cabinda,  Desportivo da Banca,  Desportivo da Lunda Sul,  Mora Sport do Virei e  Clube Nacional de Benguela

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto